Isolamento social rígido deve ser prorrogado até 24 de junho no RN

O secretário adjunto de saúde, Petrônio Spinelli, comentou que a vigência do isolamento domiciliar, do distanciamento social e das regras para funcionamento das atividades essenciais serão mantidas até 24 de junho. A prorrogação de oito dias será determinada via decreto.

A medida visa evitar aglomerações e, por efeito, o aumento da disseminação da Covid-19 através das ações adotadas pelo Governo do Rio Grande do Norte, como o programa Pacto pela Vida, que realiza fiscalização nas ruas e estabelecimentos comerciais.

Spinelli detalha, ainda, que as medidas executadas em conjunto com a maioria dos municípios potiguares, apresenta resultados positivos que se traduzem nos números da Covid-19. Segundo o secretário, o quadro começa a registrar uma leve redução na pressão por leitos de UTI no interior, especialmente nos municípios onde as prefeituras entraram em colaboração com a administração estadual para ampliar a assistência à doença.

Já o secretário de Tributação do Estado, Carlos Eduardo Xavier, esclareceu que a prorrogação das medidas também adia a implantação do Plano de Retomada das Atividades Econômicas. O plano está pronto e foi amplamente discutido com o setor produtivo. Mas para que seja iniciado duas condições precisam ser atendidas por recomendação do Comitê Científico, que assessora o Governo do RN, e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A primeira é a redução abaixo de 1 da taxa de transmissibilidade. Ou seja, as autoridades de saúde precisam comprovar que cada pessoa infectada transmite o vírus para menos de uma pessoa. Hoje esta taxa no RN é de 1,5, segundo estudos do Comitê Científico.

A segunda condição é que a taxa de ocupação de leitos estabilize em até 70%. Nesta terça-feira (16) está, em média, acima de 90%. “Sem estas condições atendidas não poderemos iniciar o plano de retomada das atividades normais”, afirmou Carlos Eduardo.

Fonte: Agora RN

17 de junho de 2020 - 8:17h

MEC divulga novas datas do Sisu, Prouni e Fies

resultado do Sisu, educação. MEC

O Ministério da Educação (MEC) alterou as datas das inscrições aos principais programas de acesso às universidades para atender a uma solicitação das instituições de ensino superior públicas e privadas, segundo informou o secretário de Ensino Superior do MEC, Wagner Vilas Boas Souza.

O edital que muda o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre, de 16 a 19 de junho para 7 a 10 de julho, deve ser publicado na quarta-feira (17). O Programa Universidade Para Todos (Prouni), que teria as inscrições abertas de 23 a 26 de junho, passou para o dia 14 de julho. E o Financiamento Estudantil (Fies) que teria inscrições efetuadas de 30 de junho a 3 de julho passou para 21 a 24 de julho.

Conforme o secretário, a mudança ocorre devido à suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades ocorridas em consequência da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Atendendo às solicitações da Associação Nacional de Dirigentes de Institutos Federais de Ensino Superior (Andifes), primeiro o MEC postergou o prazo para as instituições aderirem ao Sisu, que passou para 25 a 29 de maio para o dia 12 de junho.

Fonte: Agência Brasil

17 de junho de 2020 - 8:14h

Integrantes do Bolsa Família começam a receber 3ª parcela de auxílio

Brasília, DF, Brasil: Caixa Econômica Federal. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A população inscrita no programa Bolsa Família começa a receber nesta quarta-feira (17) a terceira parcela do auxílio emergencial. Os repasses de R$ 600 a R$ 1.200 obedecem ao calendário habitual do programa, que segue até 30 de junho.

Os primeiros a receber são os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) final 1. Em maio, 14,28 milhões de famílias receberam o benefício, no valor total de R$ 15,2 bilhões. O calendário de pagamento para os demais cidadãos com direito ao auxílio emergencial será divulgado em breve, segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O auxílio emergencial prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda. O governo deve estender o pagamento do auxílio em pelo menos mais duas parcelas , mas com valor inferior aos R$ 600 pagos atualmente.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 59 milhões de pessoas já receberam a primeira parcela do benefício. A segunda parcela, de acordo com o ministro Onyx Lorenzoni, foi paga a 51 milhões. Cada parcela do auxílio emergencial custa aos cofres públicas cerca de R$ 48 bilhões

Outros lotes de solicitações do auxílio emergencial, feitos em maio, foram processados e os beneficiários começaram a receber a primeira parcela. Desses, um grupo de 4,9 milhões de novos beneficiados vai receber o pagamento ao longo desta semana. Serão mais R$ 3,2 bilhões em repasses.

Quem nasceu de janeiro a junho poderá movimentar digitalmente os valores pela Conta Social Digital da Caixa desde ontem (16); os nascidos de julho a dezembro, a partir desta quarta-feira (17). Já os saques em dinheiro poderão ser feitos a partir de 8 de julho, para aniversariantes de janeiro, e assim por diante até 18 de julho, para os de dezembro.

Fonte: Agência Brasil

17 de junho de 2020 - 8:13h

Caixa anuncia calendário de novos saques do FGTS; liberação começa em 29 de junho

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, anunciou neste sábado (13) que as liberações emergenciais do FGTS começarão no dia 29 de junho. Essa data é para o crédito em conta do trabalhador nascido em janeiro.

O saque em espécie ou transferências, também dos aniversariantes de janeiro, estão liberados a partir de 25 de julho (veja o calendário completo mais abaixo).

Essa nova liberação do saque do FGTS se deu em razão da pandemia do novo coronavírus, que afetou as atividades econômicas e a renda dos trabalhadores.

Para evitar aglomerações nas agências, a Caixa fixou datas diferentes para a liberação do crédito em conta e para o saque em espécie ou transferência dos valores. O calendário considera o mês de nascimento do trabalhador.

Veja as datas a seguir:

Calendário saque emergencial FGTS

Mês de nascimentoCrédito em contaSaque ou transferência
Janeiro29 de junho25 de julho
Fevereiro6 de julho8 de agosto
Março13 de julho22 de agosto
Abril20 de julho5 de setembro
Maio27 de julho19 de setembro
Junho3 de agosto3 de outubro
Julho10 de agosto17 de outubro
Agosto24 de agosto17 de outubro
Setembro31 de agosto31 de outubro
Outubro8 de setembro31 de outubro
Novembro14 de setembro14 de novembro
Dezembro21 de setembro14 de novembro

Fonte: Agora RN

14 de junho de 2020 - 19:32h

Homens são presos por vender ivermectina ilegalmente na BR-101 em Natal

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite desta terça-feira (9) dois homens que vendiam ilegalmente ivermectina, remédio que vem sendo utilizado para o combate ao coronavírus. Os suspeitos estavam em frente a um shopping, no perímetro urbano da BR-101, em Natal. A PRF ainda apreendeu 50 caixas do medicamento.

Após receber a denúncia de que pessoas estavam vendendo o medicamento próximo a um shopping na BR-101, uma equipe se deslocou até o local e constatou a irregularidade.

Quando os policiais chegaram, encontraram um Honda Fit estacionado às margens da BR, com dois homens no seu interior. No colo do passageiro, um homem de 37 anos, foi encontrada uma caixa grande, contendo 50 caixas de ivermectina 6 mg, com 4 comprimidos.

Aos policiais, o homem informou que teria comprado o medicamento na cidade de João Pessoa, capital da Paraíba, e estava revendendo em Natal. Ele estava cobrando um valor que variava entre R$ 50,00 e R$ 100, por caixa. A ivermectina é um medicamento prescrito para combater verminoses, porém vem sendo muito procurada pela população para minimizar os efeitos da Covid-19.

A pessoa que ligou denunciando, disse que recebeu uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp, oferecendo a medicação.

Diante dos fatos, os homens foram detidos e encaminhados com o remédio para a delegacia de plantão da zona Sul, em Natal. O responsável pelo medicamento foi submetido a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime previsto no artigo 132 do código penal: expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.

O crime prevê pena de detenção, de três meses a um ano, se o fato não constitui crime mais grave.

Fonte: Agora RN

14 de junho de 2020 - 19:28h

Chefe de cozinha é morta com mais de 10 tiros em Mossoró

Uma chefe de cozinha foi morta com mais de 10 tiros enquanto estava n apartamento de uma amiga no bairro Aeroporto, em Mossoró, na madrugada deste domingo (14). A vitima foi identificada como Paula Monique Carvalho Paiva, de 34 anos de idade.

Segundo informações, o apartamento que ela estava dormindo foi invadido por dois criminosos, que arrebentaram o portão de entrada do condomínio e a porta do apartamento. Paula foi morta dentro de uma rede, sem a menor chance de se defender.

A moradora do apartamento disse à policia que Paula Monique teria pedido para passar a noite com ela, por que estava com medo de ser morta. Dois dias antes, haviam metralhado o portão da casa de um familiar seu.

O delegado Paulo Pereira informou que a vítima teve um envolvimento com traficantes de drogas do bairro, no papel de aviãozinho e não descarta a possibilidade do crime está relacionado com algum tipo de dívida com traficantes.

Ele detalha, ainda, que, em virtude dos fatos, a chefe de cozinha estava se preparando para sair de Mossoró.

A equipe de pericia criminal identificou cerca de 12 perfurações, com orifícios de entrada e saídas, pelo corpo da vítima. No local foram encontrados apenas fragmentos das munições utilizada pelos criminosos.

Depois dos procedimentos, o corpo de Paula Monique Carvalho Paiva, foi removido para exames de necropsia na Unidade de Medicina Legal no Itep em Mossoró.

Fonte: Agora RN

14 de junho de 2020 - 19:24h

Campeão mundial Ítalo Ferreira protagoniza primeiro programa no Canal Off

Campeão mundial de surfe, Ítalo Ferreira apresenta um lado inédito com a estreia de “Parque do Ítalo”, no Canal Off, nesta quarta-feira, dia 17, às 21h30. Gravado antes da pandemia do novo coronavírus, o programa é o primeiro do surfista potiguar como protagonista no canal e mostra sua intimidade de uma forma nunca vista.

  • Nunca imaginei isto. Até porque me sinto desconfortável quando ficam câmeras o tempo todo do meu lado. Mas como eu estava com todos os meus amigos e com pessoas que eu conhecia, isso me fez ser eu mesmo – declarou Ítalo.

Durante as férias em casa, em Baía Formosa, a 90 km de Natal, Ítalo convocou os amigos para uma semana de muita curtição e desafios, como pegar onda com uma tampa de isopor, da mesma forma que fazia na infância.

  • O espectador pode esperar muita alegria e diversão nas minhas férias, quando estou em casa com meus amigos e família. Vivi todos os desafios propostos pela produção e fiquei impressionado com a criatividade. Não parava de rir! – disse Ítalo.

A produção é da Costa Blanca Films e tem quatro episódios. Um programa nesse sentido já era cogitado antes da conquista do título mundial em 2019.

Fonte: Globo Esporte

14 de junho de 2020 - 19:15h

Sete municípios do RN não registram casos confirmados de coronavírus

Dos 167 municípios do Rio Grande do Norte, apenas 7 não têm casos confirmados de coronavírus. Todos ficam no Oeste potiguar. Até sábado (13), o estado registrava 13.789 casos confirmados da doença, 533 óbitos, e 1.993 pacientes recuperados.

O boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) aponta 11 cidades sem casos confirmados de Covid-19, porém, 4 já têm casos registrados, mas a notificação não consta no sistema da Sesap: Pedra Preta (4), Serrinha dos Pintos (2), Sítio Novo (1) e Triunfo Potiguar (6).

Dos 7 municípios sem casos confirmados de Covid-19, 5 têm menos de 5 mil habitantes. Todas as cidades têm ou já tiveram casos suspeitos de coronavírus.

Veja as cidades que não têm casos confirmados de coronavírus:

  • Água Nova ( 3.252 habitantes)
  • João Dias (2.654 habitantes)
  • José da Penha ( 5.951 habitantes)
  • Major Sales (4.020 habitantes)
  • Rafael Fernandes (5.098 habitantes)
  • Riacho de Santana (4.204 habitantes)
  • São Francisco do Oeste (4.228 habitantes)

Fonte: G1 RN

14 de junho de 2020 - 19:11h

Aplicativo que “muda foto de gênero” já foi acusado de roubar dados de usuários

Famosos e anônimos bombardearam as redes sociais neste sábado e domingo (14) com fotos em que a pessoa aparece no gênero oposto e divertiram seus seguidores durante o final de semana. A transformação é feita pelo aplicativo FaceApp que já foi acusado de roubar dados de seus milhares de usuários.

Há menos de um ano, em julho de 2019, este mesmo app estava no topo da lista dos mais baixados na Google Play Store e na App Store, oferecia ao usuário que ele deixasse o rosto mais velho ou mais jovem e virou uma verdadeira febre. Porém, a segurança com relação aos dados do aplicativo foram colocadas em xeque por conta de dois documentos vagos que não ofereciam muito respaldo aos seus usuários, dando brechas para uso abusivo das fotografias por parte da empresa.

Alguns especialistas em segurança digital avaliaram que a política de privacidade não fornece informações de como realmente os dados do usuário são utilizados pela companhia. O aplicativo admitia que poderia coletar qualquer tipo de informação que ele próprio julgar conveniente, sem especificar quais ou de que forma serão usadas.

No sábado, fotos dos ex-participantes do Big Brother Brasil 20 circularam pelas redes sociais com seus respectivos gêneros trocados e foram até compartilhados por eles próprios. Por este motivo, a transformação ficou entre os assuntos mais comentados do dia no Twitter, o Trending Topics.

Depois, vários outros artistas apareceram mostrando o resultado de suas fotos com os gêneros mudados Maisa Silva, Angélica, Flavia Alessandra, Mumuzinho, Scheila Carvalho, Vitoria Strada, entre outros famosos, mas ainda não há indicativos que provem que o app é seguro.

Fonte: Marie Clare

14 de junho de 2020 - 19:00h

Vítimas de violência doméstica poderão fazer denúncia em farmácias

Uma campanha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) pretende incentivar as vítimas de violência doméstica a denunciarem agressões nas farmácias.

Pela campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica, que será lançada nesta quarta-feira (10), basta mostrar um X vermelho na palma da mão para que o atendente ou o farmacêutico entenda tratar-se de uma denúncia e em seguida acione a polícia e encaminhe o acolhimento da vítima.

A ação é voltada para as mulheres que têm dificuldade para prestar queixa de abusos, seja por vergonha ou por medo. “A vítima, muitas vezes, não consegue denunciar as agressões porque está sob constante vigilância. Por isso, é preciso agir com urgência”, disse a presidente da AMB, Renata Gil, de acordo com o material da campanha.

Cerca de 10 mil farmácias de todo o país, filiadas a duas associações do setor, são parceiras na iniciativa. Segundo o material da campanha, atendentes e farmacêuticos seguirão protocolos preestabelecidos para lidar com a situação e não necessariamente serão chamados a testemunhar nos casos.

Entre março e abril deste ano, já em meio à pandemia do novo coronavírus, os casos de feminicídio cresceram 22,2% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com um levantamento feito em 12 estados e divulgado na semana passada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

No mesmo levantamento, o FBSP apontou queda na abertura de boletins de ocorrência ligados à violência doméstica. Para a entidade, os dados do levantamento demonstram que, ao mesmo tempo em que estão mais vulneráveis durante a crise sanitária, as mulheres têm tido mais dificuldade para formalizar queixa contra os agressores.

Fonte: Agora RN

10 de junho de 2020 - 7:19h