Região do Seridó recebe 3.267 doses da vacina contra o Covid-19

Após o envio, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte divulgou uma lista com a distribuição das doses por município. A Secretaria de Saúde do Estado ainda não informou quando a vacinação vai começar no Rio Grande do Norte. De acordo com previsões anteriores da pasta, a imunização deveria começar até 72 horas após a chegada do primeiro lote, com a distribuição aos municípios, iniciada durante a manhã desta terça (19).

As 82.440 doses enviadas ao RN serão suficientes para vacinar pouco mais de 39 mil potiguares, que terão duas aplicações com intervalo de 28 dias. De acordo com o governo, terão prioridades os idosos abrigados em instituições e os trabalhadores da saúde que atendem em UTIs, prontos-socorros e hospitais referenciados, por exemplo.

Segundo a Secretaria de Saúde do RN, o quantitativo de doses encaminhado aos municípios foi calculado com base na estimativa populacional por município repassada pelo Ministério da Saúde para cada grupo contemplado na primeira etapa, considerando uma distribuição proporcional.

Veja a quantidade de doses por município seridoense:

Município – Total de doses

Acari – 136

Caicó – 750

Carnaúba dos Dantas – 127

Cerro Corá – 104

Cruzeta – 100

Currais Novos – 495

Equador – 65

Florânia – 89

Ipueira – 60

Jardim de Piranhas – 97

Jardim do Seridó – 145

Jucurutu – 180

Lagoa Nova – 108

Ouro Branco – 65

Parelhas – 206

Santana do Seridó – 54

São Fernando – 55

São José do Seridó – 74

São Vicente – 77

Serra Negra do Norte – 75

Tenente Laurentino Cruz – 65

Timbaúba dos Batistas – 51

20 de janeiro de 2021 - 7:16h

Nota técnica diz quais profissionais de saúde devem ser vacinados contra Covid-19 inicialmente no RN

Após o Rio Grande do Norte receber 82.440 doses da vacina contra Covid-19, na madrugada desta terça-feira (19), a Secretaria Estadual de Saúde divulgou uma nota técnica apontando o quantitativo de doses distribuídas por cada município e informou quais serão os primeiros profissionais de saúde vacinados contra Covid-19, já que os imunizantes são insuficientes para atender todas as pessoas que se encaixam nos grupos prioritários da Fase 1.

As mais de 82 mil doses devem atender uma população de 39.259 pessoas, porque são aplicadas duas doses em cada uma e ainda há estimativa de 5% de perda operacional de vacinas. Por outro lado, no plano de vacinação do RN, o governo estimava cerca de 79,6 mil trabalhadores de saúde no estado.

De acordo com o documento, como a quantidade é insuficiente para vacinar todos os profissionais de saúde e população alvo, serão usados critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito da doença. Além deles, também serão vacinados idosos em instituições de longa permanência, como asilos.

Ordem de priorização dos profissionais de saúde:

  1. Equipes de vacinação que estiverem inicialmente envolvidas na vacinação das 39 mil doses;
  2. Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos;
  3. Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de covid-19, na seguinte ordem:
    – Trabalhadores dos hospitais de referência;
    – Trabalhadores dos serviços de urgência e emergência,
    – Trabalhadores dos denominados serviços de Centro de Atendimento Covid-19;
    – Trabalhadores da atenção primária;
20 de janeiro de 2021 - 7:14h

PRF abre concurso público para 1,5 mil vagas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu concurso público para 1,5 mil vagas de policial rodoviário federal. O salário é de R$ 9.899,88. O concurso é de abrangência nacional, sendo ofertadas aos novos policiais as oportunidades de lotação de acordo com a necessidade do serviço e o interesse público. As vagas disponíveis para lotação serão oferecidas primeiramente aos servidores já em exercício, mediante processo seletivo interno, e o saldo de vagas remanescentes será oferecido aos novos policiais.

O candidato deve ter graduação em qualquer área de formação e ter Carteira Nacional de Habilitação ou permissão para dirigir veículo automotor na categoria “B” ou superior. A taxa é de R$ 180. As inscrições devem ser feitas de 25 de janeiro a 12 de fevereiro pelo site:

https://www.cebraspe.org.br/concursos/PRF_21

20 de janeiro de 2021 - 7:09h

Saúde alerta sobre ligações e SMS falsos de cadastro para vacinação

O Ministério da Saúde não liga e não envia SMS para que os cidadãos se cadastrem para tomar a vacina contra covid-19. O alerta foi feito pela pasta em 14 de janeiro, em nota e nas redes sociais oficiais.

As ligações do tipo são golpe com objetivo de clonar aplicativos de mensagem, alertou o ministério. A pasta reiterou que não faz agendamento de vacinação, não solicita dados das pessoas nem envia quaisquer tipos de códigos para usuários do sistema de saúde.

Nas ligações, os golpistas tentam extrair dados pessoais com promessas de agendar a vacinação. Numa das modalidades, pede-se que seja confirmado um código enviado por SMS, que dá aos golpistas acesso ao aplicativo de mensagens do dono do celular.

20 de janeiro de 2021 - 7:02h

Chegam as primeiras doses da Vacina contra Covid-19 em Currais Novos

A cidade de Currais Novos recebeu na tarde desta terça-feira (19) as primeiras doses da vacina contra a Covid-19.

As 495 doses iniciais, que serão destinadas na imunização dos trabalhadores de saúde e pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas), além dos vacinadores, foram alocadas no Campus do IFRN da cidade de Currais Novos, em uma sala preparada especificamente para esse fim, de onde serão distribuídas aos Postos de Vacinação do munícipio.

“Se tudo transcorrer conforme o nosso planejamento, as primeiras imunizações acontecerão nesta quarta-feira (20). Estamos com tudo pronto. Teremos a disposição 11 salas de vacinação, mais 3 volantes para atender nossa zona rural. Temos também a disposição 4 câmaras frias, mais a disponibilização da estrutura do IFRN que será nossa central da vacina Covid. Temos ainda em estoque 23 mil seringas. E nossos vacinadores estão finalizando a capacitação”, comentou a Secretária Alana Moraes.

“O município de Currais Novos tem lutado incansavelmente para combater COVID-19, onde realizamos grandes mobilizações na primeira onda de contaminação. Agora nessa segunda onda implantamos um centro de coleta do COVID 19 na antiga sede do SAMU, e adquirimos mais de 4,5 mil testes swab rápido, testes esses que com três ou quatro dias de ter iniciado os sintomas ele já confirma no exame a contaminação por Covid-19, facilitando a descoberta e o isolamento das pessoas. Recentemente temos acompanhado o aumento de casos e internações e com isso o município vem planejando novas estratégias de ação para buscar o apoio da população nesse combate”, comentou o Prefeito Odon Júnior.

De acordo com a Nota Técnica emitida pela Sesap na manhã desta terça-feira (19), a população alvo e quantidade de doses disponíveis nesta primeira etapa priorizam os critérios de exposição à infecção e de maiores riscos para agravamento e óbito da doença. O escalonamento desses grupos teve como critério a disponibilidade das doses de vacina Coronavac após a liberação do uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Ministério da Saúde destinou para o Rio Grande do Norte, no primeiro momento, um total de 82.440 doses. Neste cenário, considerando as duas doses para completar o esquema vacinal e o percentual de perda operacional de 5%, estima-se vacinar nesta primeira etapa 39.259 pessoas em todo o Estado, priorizando os seguintes grupos: trabalhadores de saúde e pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência, além dos vacinadores.

Ainda de acordo com a nota técnica da Secretaria Estadual, a fase 1 não será encerrada com esse quantitativo de doses recebidas (82.440 doses), sendo uma previsão inicial 239 mil doses para a fase 1, que não foram enviadas pelo Ministério da Saúde nesse primeiro momento. Logo que for finalizada esta primeira fase, a Sesap dará início à vacinação dos demais grupos prioritários que estão nas fases 2 e 3,  a partir da disponibilidade de doses. Em seguida, virão os demais grupos prioritários e após estes, a população em geral.

A previsão do Ministério da Saúde é que a vacinação completa dure 16 meses até atingir toda a população brasileira.

20 de janeiro de 2021 - 6:43h

Enem 2020: 51,5% dos inscritos no Enem não comparecem ao exame

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 tem abstenção de 51,5% dos candidatos inscritos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, que começou a ser aplicada domingo (17), 2.842.332 faltaram às provas.

Foram eliminados do exame 2.967 candidatos por não respeitarem as regras do Enem, entre elas, não cumprirem as medidas de segurança para evitar o contágio pelo novo coronavírus, como usar máscara cobrindo a boca e o nariz durante toda a aplicação. Ao todo, 69 participantes foram afetados por questões logísticas, como emergências médicas, falta de energia elétrica, entre outros. Os dados tanto de presença, quanto das eliminações, segundo o presidente do Inep, são preliminares.  

Nesta edição, por conta da pandemia do novo coronavírus, participantes que apresentassem sintomas da covid-19 ou de outras doenças infectocontagiosas não deveriam comparecer ao exame. Esses participantes podem acionar o Inep e solicitar a reaplicação, que será nos dias 23 e 24 de fevereiro. Até o momento, 10.171 participantes pediram reaplicação. Desse total, o Inep aceitou o pedido de 8.180.

O Enem começou a ser aplicado domingo(17) na versão impressa. Os estudantes fizeram as provas de linguagens, ciências humanas e de redação. A prova segue no próximo domingo (24), quando serão aplicadas as provas de matemática e ciências da natureza. Este ano, o exame terá também uma versão online, que será aplicada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

19 de janeiro de 2021 - 6:48h

Registros de óbitos mostram que 2020 foi o ano mais mortal da história do Brasil

De acordo com dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), que representa os cartórios, 2020 foi o ano com maior mortalidade de pessoas no País. No total, 1,4 milhão de pessoas morreram no último ano, o que representou um aumento de 8,6% se comparado a 2019. A variação é cerca de quatro vezes maior do que as taxas observadas na série histórica, que até então não havia ultrapassado 1,9% de aumento das mortes por ano.

A associação destaca que os números estão intimamente ligados à pandemia do novo Coronavírus, que no Brasil já matou mais de 200 mil pessoas. Segundo a associação, o número de óbitos registrados em 2020 ainda pode crescer, uma vez que o intervalo entre a data do falecimento e o seu respectivo registro no Portal da Transparência do Registro Civil pode demorar até 15 dias.

Com a eclosão da pandemia, muitos estados ainda editaram suas regras para o registro das mortes, expandindo os prazos, devido ao tempo necessário pelos órgãos de saúde para diagnosticar se os óbitos foram provocados pela covid-19.

19 de janeiro de 2021 - 6:19h

RN ultrapassa 130 mil casos confirmados de Covid-19 e tem 3.179 mortes pela doença

O Rio Grande do Norte chegou aos 130.578 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. Os mortos pela doença são 3.179 neste mesmo período no estado.

Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (18).

Em comparação com o boletim de sábado, o mais recente divulgado pela Sesap, são 1.029 novos casos. Neste período, foram registradas seis novas mortes, sendo duas nas últimas 24 horas – em Mossoró e Patu.

O boletim indica ainda que o RN possui 70.046 casos suspeitos e outros 297.548 descartados. O número de confirmados recuperados se manteve em 91.645, e o de inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, foi para 65.814.

Segundo a Sesap, 440 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no RN, sendo 285 na rede pública e 155 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 51,7% na rede pública e de 58,1% na rede privada.

O número de testes realizados para Covid-19 no estado até o momento é de 323.881, sendo 175.079 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 148.802 sorológicos.

19 de janeiro de 2021 - 6:19h

Primeiras doses de vacina contra Covid-19 chegam ao Rio Grande do Norte

O primeiro lote da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan contra a Covid-19, chegou ao Rio Grande do Norte na madrugada desta terça-feira (19). O avião da Azul que trazia as vacinas pousou no Aeroporto Internacional de Natal às 1h.

Nesta primeira etapa o estado recebe 82.440 doses da vacina contra Covid-19 que serão suficientes para imunizar 41.220 potiguares, já que a aplicação deve ocorrer em duas doses, com intervalo de 28 dias.

O Governo do Estado vai realizar um ato simbólico da vacinação nesta terça-feira (19), às 10h, na Escola do Governo.

A Secretaria de Saúde do Estado, no entanto, ainda não informou quando a vacinação vai começar, de fato, no Rio Grande do Norte. De acordo com previsões anteriores da pasta, a imunização deveria começar até 72 horas após a chegada do primeiro lote.

Do aeroporto, o lote foi levado para a Unicat. O transporte foi acompanhado pela Policia Federal (PF). As vacinas serão enviadas, a princípio, para sete centrais de saúde distribuídas pelo estado. Além de Natal, receberão as vacinas as regionais de Mossoró, Pau dos Ferros, Caicó, Santa Cruz, João Câmara e São José de Mipibu. A partir das centrais, as vacinas serão distribuídas para todos os municípios potiguares, segundo o governo.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o primeiro grupo prioritário no estado consiste em 37.848 profissionais de saúde, 1.400 pessoas com 60 anos ou mais em instituições e 10 pessoas com deficiência também institucionalizadas.

O estado é o único que não vai receber doses para indígenas, nessa primeira fase, porque, segundo o governo do estado, os grupos locais não se encaixam na classificação de indígenas aldeados.

O Ministério da Saúde começou, durante a manhã, o processo de distribuição das quase 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan feita em parceira com o laboratório chinês Sinovac, para todos os estados e o Distrito Federal.

19 de janeiro de 2021 - 6:13h

Secretaria de Saúde confirma que RN vai receber 10 pacientes com Covid-19 do Amazonas

O Rio Grande do Norte vai receber 10 pacientes com Covid-19 transferidos da rede estadual de saúde do Amazonas, que vive situação de caos, com hospitais lotados e sem oxigênio para os infectados com o coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) na tarde desta quinta-feira (14). Os pacientes ficarão internados no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal. Os pacientes serão transferidos pelo Ministério da Saúde, Forças Armadas e governo do Amazonas.

“Ressalta-se que, levando em consideração o alerta epidemiológico de registros de casos de uma nova variante da Covid-19 no Amazonas, a equipe de Vigilância Epidemiológica da Sesap e o Laboratório Central de Saúde Pública do RN (Lacen) se organizam para execução de ações que conduzirão o processo de sequenciamento genético das amostras dos pacientes que tiverem coletado RT-PCR no estado de origem”, diz a nota da Sesap.

15 de janeiro de 2021 - 7:24h