Petrobras vai reduzir preço do gás de cozinha a partir de amanhã

A Petrobras informou em seu site que vai reduzir o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) para a indústria e o comércio em 9,8% a partir desta quarta-feira, 24. O último ajuste havia ocorrido no dia 25 de abril, quando o produto subiu 6%.

O preço do gás residencial (gás de cozinha) permanece inalterado com ajuste trimestral previsto para agosto. O preço do GLP residencial, atualmente em R$ 26,20 o botijão de 13 kg é menor do que do GLP para uso industrial e comercial, conforme resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), por se tratar de interesse da política energética nacional a prática de preços inferiores.

Segundo a Petrobras, o preço do GLP industrial e comercial segue a paridade internacional do combustível.

Fonte: Tribuna do Norte

23 de julho de 2019 - 21:19h

Operação será realizada pelo exército para fiscalizar clubes de tiro no RN

O exército brasileiro irá fiscalizar 36 clubes de tiro e 117 colecionadores, atiradores e caçadores na Paraíba e no Rio Grande do Norte.

A inspeção faz parte da “Operação Impacto” que está sendo realizada em todo o território nacional.

A 7ª Brigada de Infantaria Motorizada fará o procedimento. O objetivo da operação é verificar a correção de procedimentos e de documentação relacionadas ao controle das atividades nos clubes de tiro.

A ação ainda conta com a participação das Polícias Civil e Militar, e Institutos de Defesa do Meio Ambiente de cada Estado.

Fonte: Tribuna do Norte

23 de julho de 2019 - 16:18h

Chega em Currais Novos Sesc Saúde Mulher

Solenidade de instalação será na próxima quarta (24)

A cidade de Currais Novos será o segundo destino da Sesc Saúde Mulher – e o 30º desde que começou a atuar no RN. A unidade móvel do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio, disponibilizará mamografias e preventivos, além de orientações sobre saúde sexual feminina, de 25/7 a 30/8. A solenidade de instalação, na qual a população pode conhecer a estrutura da unidade, acontece dia 24/7, às 17h30, na Av. Teotônio Freire, 346-460, Currais Novos.

A meta do projeto é realizar 1.664 exames, divididos entre mamografias (832) e preventivos (832), também conhecidos como Papanicolau, além de 1.365 orientações sobre saúde. Enfermeira, educadora em saúde, técnica de radiologia, artífice compõem a equipe que assistirá às currais-novenses. A estrutura é equipada com consultório ginecológico, sala de mamografia com mamógrafo digital, banheiro, sala de atendimento e área externa para as palestras.

Os agendamentos dos exames já estão sendo realizados no munícipio por meio dos agentes de saúde, e poderão ser feitos na própria unidade após a solenidade de instalação. Podem fazer o exame Papanicolau mulheres com idade entre 25 e 64 anos. Já as mamografias são destinadas a mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

Os documentos necessários para o agendamento dos exames são RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência. A Sesc Saúde Mulher funciona às segunda-feira, das 13h às 18h; de terça a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nas sextas-feiras, das 8h às 12h.

Solenidade de instalação? 24/7, 17h30, Av. Teotônio Freire, 346-460, Manoel Salustino, Currais Novos.

Permanência? 17/7 (início dos agendamentos) a 30/8 (exceto fins de semana e feriados) | Segunda-feira, das 13h às 18h; de terça a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nas sextas-feiras, das 8h às 12h.

Fonte: Portal no Ar

23 de julho de 2019 - 12:07h

Parque Santa Luzia ficará na cidade até dia 28 de julho

O parque de diversão Santa Luzia continuará em Currais Novos até o dia 28 de Julho.

Roda Gigante panorâmica, barca na ponta e Jatão, apenas 5 reais, todos os demais brinquedos paga 4 reais.. Carrinho de bate bate, barca Viking, carrossel de cavalinhos pica pau, entre outros.

As crianças especiais tem acesso gratuito no Parque de diversão Santa Luzia.

Venha, traga sua família, seus amigos e divista-se no Parque Santa Luzia de Mossoró para Currais Novos.

23 de julho de 2019 - 11:48h

Abono do PIS/Pasep começa a ser pago nesta quinta

O pagamento do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), exercício 2019/2020, começa na próxima quinta-feira (25). A liberação do dinheiro para os cadastrados no PIS vai considerar a data de nascimento. No caso do Pasep, o calendário é definido pelo dígito final do número de inscrição.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberão o abono do PIS ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020. Recebem também este ano os servidores públicos cadastrados no Pasep com dígito final do número de inscrição entre 0 e 4. Os registros com final entre 5 e 9 receberão no próximo ano.

A data para o fechamento do calendário de pagamento do exercício 2019/2020 está prevista para o dia 30 de julho de 2020. A estimativa é de que sejam destinados R$ 19,3 bilhões a 23,6 milhões de trabalhadores. O pagamento do abono salarial referente ao PIS será feito pela Caixa em suas agências em todo o país; e o abono do Pasep será pago no Banco do Brasil.

Quem tem direito

Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, o trabalhador tem de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para os trabalhadores que tiverem os dados declarados na Rais 2018 fora do prazo e entregues até 25 de setembro de 2019, o pagamento estará disponível a partir de 4 de novembro de 2019, conforme calendário de pagamento aprovado, e, após este prazo, somente no calendário seguinte.

23 de julho de 2019 - 11:26h

Saque do FGTS deve ter limite de R$ 500 em 2019

Depois da pressão do setor da construção civil, o governo estuda agora limitar os saques das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em R$ 500 neste ano. O valor máximo seria para contas ativas (dos contratos atuais) e inativas (de contratos inativos).

Benefício, porém, terá regras próprias que deverão ser divulgadas em até 120 dias; saldo do FGTS também balizará acesso ao recurso. Governo deverá detalhar mudanças relativas ao FGTS na quarta-feira, 24, conforme ministro Onyx. A rentabilidade de contas poderá mudar O valor valeria para cada uma das contas do fundo. Um trabalhador com uma conta ativa e outra inativa poderia, portanto, sacar R$ 1 mil. Um integrante da equipe econômica, sob condição de anonimato, disse que as discussões caminham para esse modelo. Os saques devem começar em setembro.A restrição para este ano seria uma forma de atender à construção civil. Um dos principais aliados do setor é o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. “Confio no bom senso do governo. Não tem dinheiro para saque extra, desestabiliza o fundo e gera desemprego no setor”, afirmou o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins. No Ministério da Economia, há quem acredite que um valor tão baixo tem pouco efeito na economia em 2019. No outro desenho, o impacto poderia levar o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano a 1,1%, segundo cálculos oficiais. Hoje, a projeção é de crescimento de 0,82%.

Na Caixa, há reclamações de que será preciso um grande reforço no atendimento – que deverá ser ampliado para os fins de semana – sem nenhum tipo de retorno para o banco.

Aniversário

A partir do ano que vem, a ideia é permitir que os trabalhadores tenham direito a uma nova modalidade de retirada dos recursos: o “saque aniversário”. Se escolher essa opção, o trabalhador vai ter de abrir mão de resgatar a totalidade do FGTS caso seja demitido sem justa causa. Nessa situação, ele continuaria a sacar a parcela dos recursos anualmente até os recursos se esgotarem.

A ideia agora é ampliar as faixas do “saque aniversário”. Estão sendo estudadas faixas de limite e também um valor fixo. Até ontem, esses eram alguns dos limites estudados, segundo fontes próximas à situação: quem tem até R$ 500, poderia sacar a metade. A partir daí, seria fixado um porcentual mais um valor fixo. Para quem tem acima de R$ 20 mil, a opção estudada é limitar em 5%, mais um valor fixo de R$ 2,9 mil. Na quarta-feira passada, o jornal O Estado de S Paulo revelou que o governo estudava liberar até 35% das contas ativas e inativas do FGTS. A reportagem também antecipou que era estudada uma forma de limitar o saque total em caso de demissão sem justa causa, mas que haveria uma compensação ao permitir que o trabalhador sacasse uma parcela do fundo todo ano. Depois da divulgação, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou os porcentuais e adiantou que a liberação teria potencial de injetar R$ 42 bilhões na economia. Em seguida, o Ministério da Economia afirmou que refez os cálculos e que deveriam ser liberados R$ 30 bilhões.

Anúncio

O anúncio era para ser feito na semana passada, em meio à solenidade de 200 dias de governo Bolsonaro, mas o setor da construção civil pressionou, por preocupação de que a retirada dos recursos poderia reduzir o uso do FGTS como fonte a juros mais baixos para financiamentos para os setores imobiliário, de saneamento básico e infraestrutura.

Depois das mudanças, o anúncio deve ser feito nesta quarta-feira, 24, segundo o presidente Jair Bolsonaro. Convites para a cerimônia já começaram a ser distribuídos para ministérios e também para a executivos da Caixa.

Fonte : Tribuna do Norte

23 de julho de 2019 - 9:44h

Número de pacientes com hepatite cresce 20% em 10 anos no Brasil

O número de pacientes notificados com casos de hepatites virais no Brasil aumentou 20% de 2008 a 2018, de acordo com o Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais 2019, divulgado hoje (22) pelo Ministério da Saúde. Em 2008, foram registrados 35.370 casos. Dez anos depois, esse número saltou para 42.383.

Apesar do aumento, o levantamento apontou queda de 9% no total de mortes, saindo de 2.402 em 2007 para 2.184 em 2017.  

A hepatite é a inflamação do fígado. Ela pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

De acordo com o Ministério da Saúde, são doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando estes aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. Existem, ainda, os vírus D e E, esse último mais frequente na África e na Ásia.

Tipo de hepatite

De 2000 a 2017, foram identificados no Brasil, segundo o boletim, 70.671 óbitos por causas básicas e associadas às hepatites virais dos tipos A, B, C e D. Desses, 1,6% foi associado à hepatite viral A; 21,3% à hepatite B; 76% à hepatite C e 1,1% à hepatite D.

O boletim mostra que o tipo C da doença, além de ser o mais letal, é o mais prevalente. Ao todo, 26.167 casos foram notificados em 2018.

A doença é transmitida por sangue contaminado, sexo desprotegido e compartilhamento de objetos cortantes.

O maior número de pessoas com hepatite C se concentra em pessoas acima dos 40 anos. A hepatite C nem sempre apresenta sintomas.

Por isso, o Ministério da Saúde estima que, atualmente, mais de 500 mil pessoas convivam com o vírus C da hepatite e ainda não sabem.

Foram notificados ainda 2.149 casos de hepatite A no Brasil. A transmissão mais comum desse tipo da doença é pela água e alimentos contaminados. O tratamento geralmente evolui para cura.   

Também foram registrados 13.992 casos de hepatite B, que pode ser transmitida pelo contato com sangue contaminado, sexo desprotegido, compartilhamento de objetos cortantes e de uso pessoal e pode também ser transmitida de mãe para filho.

Já a hepatite D foi registrada em 145 pacientes. A infecção ocorre quando a pessoa já contraiu o vírus tipo B.

Os sintomas da hepatite D são silenciosos e a doença é combatida por meio da vacina contra a hepatite B que também protege contra a D.

Combate

Nas vésperas do Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, dia 28 de julho, o Ministério da Saúde alerta para a importância do diagnóstico e tratamento da doença.

“Estamos garantindo prevenção, por meio de vacinas, e diagnóstico, com oferta de testes, além de tratamento medicamentoso. É muito importante que as pessoas acima de 40 anos procurem a unidade de saúde mais próxima para realizar testagem e se imunizar contra a hepatite B e que os pais vacinem as crianças contra hepatite A. Assim, conseguiremos tratar ainda mais pessoas e eliminar a sombra da hepatite do Brasil”, diz, em nota, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Em 2018, o Ministério da Saúde distribuiu 25 milhões de testes de hepatite B e C. Para 2019, com o fortalecimento das ações de diagnóstico e ampliação do tratamento, a expectativa é que esse número seja superado.

Além dos testes, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece vacina contra a hepatite A para menores de 5 anos e grupos de risco. Disponibiliza também vacina contra a hepatite B para todas as faixas etárias. Esta vacina também protege contra a hepatite D.

Eliminação da hepatite C

O Brasil tem como meta eliminar a hepatite C até 2030. Para isso, nos últimos três anos, foram disponibilizados pelo SUS 100 mil tratamentos para hepatite C.

Neste ano, foram entregues 24 mil tratamentos para a doença. Até o início de agosto, de acordo com o Ministério da Saúde, serão entregues outros 5 mil tratamentos.

Em 2019, o Ministério da Saúde adquiriu 42.947 tratamentos sofosbuvir/ledipasvir e sofosbuvir/velpatasvir. Outros 7 mil tratamentos estão em processo de aquisição.

De acordo com a pasta, todas as pessoas diagnosticadas com hepatite C têm a garantia de acesso ao tratamento, independente do dano no fígado, assegurando universalização do acesso previsto desde março de 2018. Essa ação, segundo o ministério, coloca o Brasil como protagonista mundial no combate a hepatite C.

Agência Brasil

22 de julho de 2019 - 10:55h

Disponível a CNH Digital Gratuita

Você sabia que agora tem como ter sua CNH Digital? Isso mesmo, a emissão da nova CNH já se encontra totalmente disponível em todo país, informou o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) que é uma empresa de serviço público que desenvolveu esse novo sistema que tem ajudar milhares de pessoas do Brasil. É um recurso para obter a CNH Digital que estava previsto para ser disponibilizado a partir de 1° de maio de 2017, porém os órgãos de trânsito se anteciparam e já disponibilizaram os recursos em grandes parte dos Estados Brasileiros.

Em uma pesquisa feita pela Serpro, já passou de 110 mil pessoas que estão utilizando esse recurso e o valor jurídico da CNH Digital (CNH-e) será o mesmo da CNH Impressa (versão física) que continua a valer por todo Brasil. A CNH Digital foi disponibilizada para todos os motoristas do Brasil facilitando a vida para na hora da correria quem esquecer a carteira estar com o documento no celular contendo todas as informações que contém na cnh impressa ter na digital, mesmas coisas.

Para obter a CNH Digital tem os seguintes passos:

É preciso que você tenha a nova versão da CNH que contém o QR code no verso, caso não tenha é só solicitar a segunda via no Detran da sua cidade ou simplesmente esperar para renovar sua habilitação ou ir renovar mesmo que não esteja no prazo de renovação. Assim que estiver valendo no seu estado essa nova versão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), o primeiro passo é cadastrar se no Portal de Serviços do Detran. Cabe depois a cada estado decidir se ira cobrar ou não pela via digital e cada uma irá determinar seu valor, pode ser que seja cobrada uma pequena taxa depende de cada estado, São Paulo por exemplo foi lançada a CNH-e gratuitamente.

Como se cadastrar no site

Acesse o site : https://portalservichttps://portalservicos.denatran.serpro.gov.br/#/
Faça o seu cadastro colocando os dados necessários que for pedido na página e no final clique em ‘Cadastrar’;
A confirmação de cadastro irá para seu email, assim é necessário entrar e confirmar no email para ativar;
Após confirmar, entre no site novamente e faça o login;
Clique em ‘Meus Dados’ e no campo que estiver escrito CNH coloque o número do registro de sua cnh;
Insira também o número de segurança da CNH e o celular;
Clique que Concorda e clique no ‘Enviar’;
Na próxima página clique no canto esquerdo em ‘CNH digital’ , confira se os dados estão corretos e clique no ‘Ativar’;
E depois clique no botão ‘Gerar código de ativação’.
Depois deverá baixar o aplicativo no celular para ter acesso onde estiver. Baixe o aplicativo da CNH Digital que está disponíveis nas lojas oficiais Apple e Google (para aparelhos Android). Acesse o código que o Denatran mandar por e-mail assim que seu estado disponibilizar.

No aplicativo faça o login com o cadastro feito no site e use a senha de acesso do portal e digite o seu código de ativação. Quando for o primeiro login irá pedir que crie uma senha de 4 dígitos chamado como PIN que essa senha será para acessar de uma forma segura sua habilitação toda vez que entrar no aplicativo, ela irá armazenar seus documentos com segurança. Após inserir o código poderá visualizar sua CNH digital, podendo acessar também o seu documento mesmo estando offline.


21 de julho de 2019 - 19:57h

Nota de Repúdio – (COMDIM)

Raienne Dantas Assunção.
Currais Novos, 19 de Julho de 2019, 4 meses e 17 dias do feminicídio de Zaira Cruz.
O Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres de Currais Novos vem a público repudiar o crime bárbaro provocado pelo já identificado assassino Ivan Pereira David.
Véspera do mês de aniversário dos 13 anos da Lei Maria da Penha (Lei 11340/2006), há muito para se lutar. Raienne, 33 anos, mãe, foi mais uma vítima do machismo estrutural. Vizinhos comentam que já ouviram agressões físicas em outros momentos, precisamos quebrar a premissa que em briga de marido não se mete a colher. É preciso meter a colher sim e acabar com as tristes estatísticas que apontam que o Brasil é o quinto país do mundo mais violento contra as mulheres. A cada 2 segundos, uma mulher é vítima de violência física ou verbal no Brasil. A cada 22.5 segundos, uma mulher é vítima de espancamento ou tentativa de estrangulamento no Brasil. A cada 2 horas, uma mulher é assassinada no Brasil.

Não deixemos que calem nossa voz, que tirem as nossas vidas. Somos todas Raiennes, Zairas, Fernandas, Marias da Penha, e tantas outras que perderam suas vidas para o machismo. Não seremos livres enquanto uma mulher for prisioneira.

POR NENHUMA A MENOS e para fortalecer as políticas públicas para as mulheres Currais-novenses somos o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres e reafirmamos em alto e bom som: A VIDA DAS MULHERES IMPORTA.
PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES!

19 de julho de 2019 - 20:44h