Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 começa a receber hoje (19) as cotas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A Caixa Econômica Federal, que administra o PIS, e o Banco do Brasil (BB), que administra o Pasep, começam a depositar o dinheiro nas contas dos correntistas das duas instituições.

Pis/Pasep começam a ser pagos hoje pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Segundo a Caixa, 10,4 milhões de trabalhadores terão direito ao saque das cotas do PIS. O pagamento deve injetar até R$ 18,3 bilhões na economia brasileira. Hoje, o crédito automático será feito apenas para quem tem conta corrente ou poupança no banco. Em 26 de agosto, será a vez de os cotistas a partir de 60 anos poderem sacar. O pagamento aos trabalhadores com até 59 anos começará em 2 de setembro.

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa.O PIS atende aos trabalhadores da iniciativa privada. Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

No caso do Pasep, administrado pelo Banco do Brasil, estão disponíveis para saque R$ 4,5 bilhões pertencentes a 1,522 milhão de cotistas. Cerca de 30 mil participantes receberão automaticamente o dinheiro hoje. O Pasep atende a servidores públicos, militares e trabalhadores de empresas estatais.

A opção de transferência oferecida pelo BB pode ser feita tanto pela internet, no endereço eletrônico www.bb.com.br/pasep, quanto pelos terminais de autoatendimento. O cotista ainda pode obter informações por meio da Central de Atendimento BB, pelos telefones 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-729-0001 (demais localidades).

19 de agosto de 2019 - 9:07h

Comunicado importante da CAERN

O abastecimento do setor que 2 estava previsto para começar a zero hora desta segunda feira, não foi possível, devido a um trabalho de manutenção com a troca de registros de grande porte próximo  a lotérica na Av Teotõnio Freire , próximo ao terminal Rodoviário e também nas proximidades da AMSO que está sendo feito desde quinta feira.

Até agora portanto o setor 1 que foi abastecido , sem previsão para retomar. Desde já, a equipe da CAERN pede a compreensão. Assim que for resolvido, a população será comunicada.

19 de agosto de 2019 - 9:04h

Operação Cozinha Segura: IPEM/RN fiscaliza mais de dois mil itens em lojas de todo o RN

O Instituto de Pesos e Medidas do RN realizou a Operação Especial Cozinha Segura e fiscalizou mais de dois mil e quinhentos eletrodomésticos nas cidades de Natal, Jucurutu, Florânia e Mossoró. A operação, que faz parte do cronograma nacional do Inmetro, verificou se os eletrodomésticos atendem à regulamentação do órgão e se estão sendo comercializados com Selo de Avaliação da Conformidade e com as informações obrigatórias sobre o fabricante, distribuidor ou importador.

Entre os itens verificados na Operação Especial “Cozinha Segura” estão os seguintes produtos: batedeira, cafeteira e máquina de café, centrífuga, coifa/exaustor, espremedor de frutas, faca elétrica, fritadeira, grill e churrasqueira elétrica, iogurteira, liquidificador, máquina de pão, panela e pipoqueira elétrica, processador, descascador, ralador e mixer elétrico. Os fiscais do IPEM/RN visitaram 46 lojas e fiscalizaram e aprovaram 2591 produtos de diversas marcas.

“O principal objetivo dessa operação é garantir que todas as exigências do Inmetro, órgão ao qual o IPEM e vinculado, estão sendo cumpridas e assim garantir que o consumidor possa utilizar esses produtos de forma segura e sem riscos à sua saúde. É importante frisar que as exigências são as mesmas tanto para produtos nacionais como importados”, explicou o diretor-geral do IPEM/RN, Theodorico Bezerra Netto.

Caso o consumidor encontre algum produto que não contenha as exigências acima pode fazer uma denúncia e reclamação por meio da Ouvidoria do órgão nos telefones: 0800 281 4054 e (84) 98177-8758 e do e-mail ouvidoria-ipem@rn.gov.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte – IPEM/RN

19 de agosto de 2019 - 8:55h

Currais Novos será contemplada com o conexão Enem

No próximo dia 24 a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, promoverá um super aulão preparatório gratuito, através do projeto Conexão Enem, para estudantes que vão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A aula inaugural acontece no domingo (24), no Ginásio Poliesportivo da Escola Municipal Professor Humberto Gama, em Currais Novos, a partir das 8h. A cidade é a primeira do interior a ser contemplada com o programa que, até então, só era realizado na capital.
O Conexão Enem é um projeto de educação da Assembleia Legislativa voltado a estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Consiste na exibição ao vivo, pela TV Assembleia, de aulas e debates de assuntos pertinentes ao processo seletivo. Os aulões ocorrerão sempre das 8h às 12h, sob o comando do professor João Maria Lima e professores convidados.

O professor João Maria conversou com a nossa equipe, confira:

16 de agosto de 2019 - 10:49h

Governo inicia pagamento da folha de agosto nesta quinta-feira (15); veja calendário

O Governo do Estado anunciou na última terça-feira (13) o calendário de pagamento dos servidores. Segundo a nota, nesta quinta-feira (15) servidores que recebem até 3 mil serão pagos integralmente, e quem recebe acima de 3 mil receberá 30% do valor. A divulgação foi feita através do Instagram oficial do Governo.

Já no dia 31 de agosto o pagamento será de 70% dos salários para quem ganha acima de R$ 3 mil; e o salário dos servidores de órgãos com arrecadação própria será integral.

Fonte: Tribuna do Norte

15 de agosto de 2019 - 15:12h

Delegada não descarta participação de Flordelis em morte

envolvimento da deputada federal Flordelis (PSD) no assassinato de seu marido, a pastor Anderson Carmo, não foi descartada. Segundo a delegada Bárbara Lomba, o assassinato teria sido motivado por razões financeiras e desavenças familiares sobre a gestão do patrimônio. Dois filhos do casal, Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos de Souza, foram indiciados pelo crime na quarta-feira, 14.

“O crime foi cometido em ambiente familiar, há outros envolvidos (além de Flávio e Lucas) e uma motivação final“, disse Bárbara Lomba na manhã desta quinta-feira, 15, na Delegacia de Homicídios de Niteroi e São Gonçalo. “O contexto todo da família está sendo investigado. A deputada faz parte da família.”

A primeira fase do inquérito foi encerrada nesta quarta-feira, com o indiciamento de Flavio e Lucas. Os dois confessaram a participação no assassinato. A delegada explicou que o indiciamento foi baseado em uma arma encontrada no quarto de Flávio – que a perícia comprovou ter sido usada por ele. No caso de Lucas, além da confissão, outros depoimentos indicaram sua participação na compra da arma, que custou entre R$ 8 mil e R$ 9 mil.

Os dois foram transferidos na manhã desta quinta-feira, 15, da carceragem da delegacia para a unidade de triagem da Secretaria de Administração Penitenciária do estado, em Benfica. De lá, eles seguirão para a unidade prisional designada pelo órgão.

“Após o indiciamento dos dois, iniciamos uma segunda fase das investigações. Nela, todo o contexto familiar será investigado”, disse a delegada.

15 de agosto de 2019 - 15:02h

Continua campanha para quitação de débitos da CAERN

“Descontos, melhorias nos parcelamentos”, foi o que disse o chefe da unidade de receita da CAERN, Adelson Santos, em conversa nessa manhã na programação da 99FM. O usuário que estiver com pendências nas contas anterior ao mês de fevereiro de 2019, pode ir até o escritório da Caern ou até o Box da Caern na central do Cidadão. Áudio da conversa com Adelson

Confira:

A campanha segue até o dia 31 de Agosto. Regularize a sua pendência!

14 de agosto de 2019 - 11:38h

Abertas inscrições para Casamento civil comunitário em Currais Novos

Estão abertas as inscrições para o Casamento civil comunitário. Ação social do Tribunal de Justiça em parceria com a Assembléia Legislativa.

Em conversa com a equipe da 99FM, o tabelião do 2º cartório de Currais Novos, Marlon Rolin, falou dos critérios para realização das inscrições que tem um limite. Confira:

14 de agosto de 2019 - 11:13h

AMSO reúne prefeitos e anuncia criação de Selo de Inspeção Municipal e luta para aquisição de máquina perfuratriz

Prefeitos das cidades que compõe a Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental-AMSO, estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (13) em Currais Novos, para Assembleia Geral Ordinária. O encontro aconteceu na sede da entidade e teve como pauta as novas demandas do programa de capacitação para servidor público municipal, discussão a cerca da criação do Selo de Inspeção Municipal, além de outros assuntos.

Em entrevista coletiva com a imprensa local, o presidente da AMSO José Sally, que conduziu a reunião, pontuou uma luta que será apresentada ao presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, sobre a aquisição de uma máquina perfuratriz e na oportunidade fez uma rápida avaliação enquanto presidente da AMSO

Gilson Dantas, prefeito de Carnaúba dos Dantas e assumiu recentemente o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS), em conversa com a nossa equipe falou como funciona das especialidades e das aquisições..

Confira:

Além de Sally que é prefeito de Cruzeta, os prefeitos Gilson de Carnaúba dos Dantas, Amazan de Jardim do Seridó, Isaias Cabral de Acari, Graça Dantas de Cerro Corá, Márcia Nobre de Florânia e Hudson de Santana do Seridó, participaram da reunião.

14 de agosto de 2019 - 9:33h

Alienação Parental será tema de Campanha da Assembléia Legislativa

Em busca de equilíbrio para as relações entre as famílias, soluções para uma geração que cresce sob pressão com alienação parental, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte lançará a campanha “Alienação parental os mais prejudicados são os filhos”, que abre espaço para o debate na sociedade sobre o assunto. Estima-se que mais de 20 milhões de pessoas sofrem alienação parental no mundo.

No Brasil, a alienação parental é definida por lei (nº 12.318, de 26 de agosto de 2010) como a interferência na formação psicológica da criança ou do adolescente promovida ou induzida por um dos genitores, pelos avós ou pelos que tenham a criança ou adolescente sob a sua autoridade, guarda ou vigilância para que repudie genitor ou que cause prejuízo ao estabelecimento ou à manutenção de vínculos com este. Além de interferência na formação psicológica”, outra lei, nº 13.431 de abril de 2017, identifica o ato de alienação parental como tipificação de violência.

A Assembleia mais uma vez volta os seus olhos para a sociedade, alertando, informando e criando espaço para o debate de assuntos como o da alienação parental. São diversas famílias que sofrem com alienação e muitos não identificam e não sabem como agir diante do comportamento do alienador ou vítima. Essa campanha é inédita no legislativo e assim como a campanha do (Autismo, Doação de Órgãos, Adoção de crianças) queremos que os resultados contribuam para uma geração de crianças protegidas e livres desse mal”, afirmou o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PSDB).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a síndrome da alienação parental como uma doença, inserida em 2018 na 11ª edição da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, conhecida como CID.

A alienação parental é identificada quando há prejuízo entre o vínculo da criança ou do adolescente com o genitor (a), ferindo o direito fundamental da criança à convivência familiar saudável e que pode ter como sequela a síndrome da alienação parental.

Os efeitos comportamentais nas vítimas da síndrome da alienação parental vão desde a depressão até suicídio. “O desencadeamento de transtornos de comportamento e psicológicos efeitos da síndrome da alienação parental – tem gerado sequelas gravíssimas na sociedade e quando não tratados causam patologias como depressão; transtorno de ansiedade; crises de pânico, além do aumento no índice de uso de drogas e álcool como forma de aliviar a dor e culpa”, destaca a psicóloga Lyssa Dantas. Acompanhando o raciocínio, a psicóloga e servidora da Assembleia, Helga Torquato lembra ainda dos casos de automutilação; baixa autoestima; preconceito em relação a gênero (em função da desqualificação do genitor atacado); dificuldades de relacionamento interpessoais e até suicídio.

A audiência pública sobre o tema será na próxima sexta-feira, 16 de agosto, às 10h no auditório da Assembleia e contará com a presença de responsáveis nas pastas de proteção à infância, direito de família, entidades e instituições que militam sobre o tema.

Fonte: Assembléia Legislativa

13 de agosto de 2019 - 16:07h