Justiça Eleitoral do RN realiza preparação de urnas para Eleições Municipais

Desde terça-feira, 27, a Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte está realizando a geração de mídias e preparando as urnas eletrônicas para o primeiro turno as Eleições Municipais de 2020. No pleito deste ano, serão utilizadas 7.676 urnas em todo o estado. Ontem (30) foi concluída a preparação das urnas que serão utilizadas nas eleições de Natal.

“É um dos processos mais importantes antes do dia de votação”, afirma o Coordenador de Eleições do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), Tyronne de Medeiros, “É o que impede, por exemplo, que um eleitor vote em uma seção que não é a sua”, destaca.

A geração de mídias consiste na instalação dos dados e programas que funcionarão em cada urna eletrônica. Para isso é utilizado o Sistema Gerenciador de Dados, Aplicativos e Interface com a Urna Eletrônica (Gedai-UE), que gera as tabelas de candidatos, partidos, coligações, eleitores e seções de votação. Também são inseridos o sistema de apuração (SA), o de recuperação de dados (RED), verificação pré e pós eleição (VPP) e Ajuste de Data e Hora (ADH).

3 de novembro de 2020 - 8:39h

RN registra alta na geração de empregos pelo quarto mês seguido

O Rio Grande do Norte voltou a registrar aumento significativo de empregos formais no mês de setembro, consolidando o cenário de recuperação econômica após o período de maior crise pandêmica. No último mês de agosto os sinais de retomada já estavam claros com a maior alta dos últimos nove anos no Estado potiguar e o terceiro maior crescimento nacional no período, em termos proporcionais.

De acordo com a nova atualização dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram gerados 4.462 novos empregos com carteira assinada no estado. De junho a setembro já são 13.324. E, segundo estimativa do secretário de Estado do Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire, pelo menos mais cinco mil empregos formais serão gerados até o fim do ano no estado.

“São números que comprovam as decisões acertadas do Governo do Estado durante o período mais crítico da pandemia, além do adiantamento salarial e da primeira parcela do décimo terceiro que colaboraram para o reaquecimento da economia, com efeitos na geração de empregos, de renda e receitas tributárias. Estamos no caminho certo para retomarmos o desenvolvimento visto em 2019”, comentou Aldemir Freire.

Em outubro de 2019, o Rio Grande do Norte registrava a maior alta na geração de emprego em 15 anos, após cinco meses de crescimento consecutivo e a segunda maior taxa de criação de empregos em todo o Brasil, com 0,7% à época. Em setembro deste ano, o índice foi de 1,07%, também com variação de setores econômicos aquecidos no estado.

“As ações e programas junto ao setor agropecuário também têm comprovados os resultados. Foi o setor com maior crescimento de empregos com 1.564 novos postos de trabalho ou alta de 9,08%”, destacou o secretário. Os outros setores que puxaram o aumento foram o comércio (994 novos empregos), a indústria (1.044) e o setor de serviços (972).

Este é o quarto mês seguido de alta na geração de empregos com carteira assinada. Em junho foram 1.746 novos postos de trabalho. Em julho, 1.161, além dos 5.955 em agosto e estes 4.462 em setembro.

3 de novembro de 2020 - 8:37h

Pix abrirá possibilidade de redução de custos para empresas

O Pix, novo sistema de transferências instantâneas criado e gerido pelo Banco Central (BC), entrará em funcionamento este mês. A nova forma de pagar e receber deverá abrir uma oportunidade de redução de custos tanto para pessoas físicas quanto para as jurídicas. 

O sistema é um meio de pagamento, assim como boleto bancário, o TED, o DOC e as transferências entre contas de uma mesma instituição e os cartões de pagamento. A diferença, segundo o Banco Central, é que o Pix permite que qualquer tipo de transferência e de pagamento ocorra em qualquer dia, incluindo fins de semana e feriados, e em qualquer hora.

Se para as pessoas físicas seu uso será gratuito para enviar ou receber transferências e realizar compras, para as pessoas jurídicas o Pix deverá baratear os custos envolvidos na comercialização de produtos, já que o processo não dependerá mais de intermediários, como o que ocorre com o uso das maquininhas de crédito ou débito.

3 de novembro de 2020 - 8:27h

Tom Veiga sofreu Acidente Vascular Cerebral, aponta laudo do IML

A causa da morte de Tom Veiga é “hemorragia intra craniana por rotura de aneurisma cerebral”, ou seja, o intérprete do Louro José sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico – aquele que ocorre quando um vaso – artéria ou veia – rompe dentro do cérebro, extravasando sangue. A conclusão está no laudo do Instituto Médico Legal (IML) ao qual Época teve acesso.

De acordo com o documento, a necropsia no corpo de Tom ficou pronta na noite deste domingo (1o). Ele foi encontrado morto em seu apartamento, durante a tarde, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O AVC hemorrágico mais frequente é causado devido a um pico elevado de pressão arterial. Personagem superpopular da TV, Tom era companheiro de Ana Maria Braga na Rede Globo há pelo menos 20 anos. Antes disso, trabalhou com ela na Rede Record e, por muito tempo, manteve sua identidade escondida.

3 de novembro de 2020 - 8:26h

Caixa começa novo ciclo de pagamento do auxílio emergencial

Começa nesta sexta-feira (30) um novo ciclo de pagamentos do auxílio emergencial, que pode ser de R$ 600 ou de R$ 300, dependendo de quando o beneficiário teve seu cadastro aprovado. O pagamento de hoje é para aniversariantes de janeiro que não estão inscritos no Bolsa Família.

A Caixa também autoriza hoje o saque da segunda parcela do auxílio extensão, de R$ 300, para quem é do Bolsa Família e tem o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 0.

A Caixa chama de ciclo cada calendário em que todos os beneficiários (exceto os do Bolsa Família) recebem pelo menos uma parcela, independente de qual seja. A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do beneficiário. O dinheiro depositado hoje, por enquanto, fica disponível apenas para transações digitais no aplicativo Caixa Tem.

30 de outubro de 2020 - 8:35h

Receita paga restituição do IR para 273.545 contribuintes nesta sexta

A Receita Federal paga nesta sexta-feira (30) a restituição do IR (Imposto de Renda) para 273.545. O dinheiro cairá na conta indicada na declaração do IR. O lote totaliza R$ 560 milhões.

A maior parte desse valor (R$ 211.773.065,86) será para o pagamento de contribuintes com prioridade legal: 5.110 idosos acima de 80 anos; 38.301 entre 60 e 79 anos; 4.636 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave; e 21.244 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Também serão beneficiados 204.254 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 5 deste mês. Caso o valor da restituição do IR não seja creditado na conta corrente indicada na declaração, o contribuinte pode ir pessoalmente a qualquer agência do Banco do Brasil.

Ele também pode ligar para a central de atendimento para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

30 de outubro de 2020 - 8:34h

MEC quer expandir a oferta de EaD na educação superior

O Ministério da Educação (MEC) quer aumentar a oferta de vagas na modalidade de Educação a Distância (EaD) na educação superior, especialmente nas universidades federais, e criou o Plano de Expansão da Educação Superior por meio digital. A proposta é coordenada pela Secretaria de Educação Superior (SESu) do MEC, que tem acompanhado o crescimento da EaD nos últimos tempos. “Com esse projeto, o MEC dá mais um passo em direção à democratização e à ampliação da oferta de vagas na educação superior”, destaca o Secretário de Educação Superior, Wagner Vilas Boas.

Os recursos digitais estão sendo cada vez mais utilizados – e foram, inclusive, a alternativa encontrada por instituições de ensino para manter ou retomar as atividades de ensino em meio à pandemia de Covid-19. Mas, mesmo antes da pandemia, os recursos de EaD já estavam em alta: 2019 registrou, pela primeira vez na história da rede privada de ensino, um número de ingressantes em cursos EaD (1.559.725, ou seja 50,7% do total) superior à quantidade de estudantes que se matricularam em cursos presenciais (1.514.302, representando 49,3%), segundo o Censo da Educação Superior 2019, que foi divulgado nessa sexta-feira (23) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Além disso, a oferta de EaD seguiu a tendência: pela segunda vez, a quantidade de vagas ultrapassou a oferta nos cursos presenciais da educação superior, crescendo 45% – enquanto a modalidade presencial cresceu apenas 5,2%. A EaD foi regulamentada por meio do Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017.

Para colocar o Plano de Expansão da Educação Superior em prática, a Secretaria de Educação Superior (SESu) do MEC conta com dois grupos, criados por meio das portarias 433 e 434, publicadas no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (23). Um deles é o Grupo de Trabalho (GT), formado por técnicos que subsidiarão a discussão, a elaboração e a apresentação de estratégias para possibilitar o incentivo, a ampliação e a democratização da oferta dos cursos de nível superior por EaD.

30 de outubro de 2020 - 7:59h

70 milhões de animais de vem ser vacinados contra febre aftosa em novembro

A segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa começa no próximo dia 3 de novembro. Conforme o Calendário Nacional de Vacinação 2020 a dose é destinada a imunização de bovinos e bubalinos com até 2 anos de idade na maioria dos estados brasileiros. Ao todo, a expectativa do Ministério da Agricultura é de imunizar cerca de 70 milhões de animais até o final de novembro.

As vacinas devem ser adquiridas nas revendas autorizadas e mantidas na temperatura entre 2°C e 8°C, desde a aquisição até o momento da utilização, incluindo o transporte e a aplicação, já na fazenda. Devem ser usadas agulhas novas para aplicação da dose de 2 ml na tábua do pescoço de cada animal, de preferência nas horas mais frescas do dia, para fazer a contenção adequada dos animais e a aplicação da vacina.

O Plano Estratégico do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa visa manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da doença e tem como objetivo principal ampliar as zonas sem vacinação. Com a colaboração de prossionais de diversos órgãos estaduais de defesa sanitária animal, o Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária, publicou o Manual de Investigação de Doença Vesicular e o Plano de Contingência para Febre Aftosa.

30 de outubro de 2020 - 7:57h

Criadores e produtores rurais do RN fazem apelo por segurança

A Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc) veio a público esta semana pedir mais segurança para a atividade. Somente nas últimas 48 horas, três fazendas foram assaltadas no interior do estado.

A Secretaria de Segurança Pública (Sesed) revelou que vai reforçar o policiamento ostensivo áreas rurais e que a Polícia Civil vai instituir uma força tarefa de investigação para combater a ação de quadrilhas que atuam no interior, especialmente na invasão de propriedades e furto e roubo de animais.

Ainda de acordo com a Anorc, autoridades estão sendo convocadas a se envolverem no que ela está chamando de “Novo Modelo de Gestão da Segurança no Campo”. A intensão é levar aos comandantes de policiamento, à presidência do Tribunal de Justiça, à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), aos parlamentares e à própria governadora Fátima Bezerra, “um apelo para que se possa discutir, a fundo, uma nova estrutura de trabalho capaz de devolver aos produtores rurais a indispensável tranquilidade em suas propriedades”

30 de outubro de 2020 - 7:56h

Mais de 6 milhões de caixas de cloroquina foram distribuídas no Brasil

O Ministério da Saúde distribuiu mais de 6 milhões de caixas de cloroquina e hidroxicloroquina desde o começo da pandemia pelos estados e municípios brasileiros. Os dados foram passados pela pasta em coletiva de imprensa nesta quinta-feira 29.

Mesmo sem comprovação científica de eficácia, desse total, 5,8 milhões foram de cloroquina e 289 mil de hidroxicloroquina. Outro medicamento repassado é o Oseltamivir. Foram 17,9 mi.

Em relação ao orçamento, o Ministério já repassou R$29,7 bilhões. Na esfera municipal, foram R$ 19,9 bilhões. Para os estados, R$9,8 bi.

Tendêcia de queda

Pelos números epidemiológicos, o Ministério da Saúde apresentou as quedas nas médias de casos e mortes. Nos dois casos, as últimas 6 semanas foram positivas e trouxeram baixas nas duas curvas.

Desde 26 de fevereiro, tivemos 5.468.270 de casos, com aumento de 28.629 nas últimas 24 horas. Em relação às mortes, o número chegou a 158.456, com acréscimo de 510 de ontem para hoje. Entre os recuperados, 4.934.548. Já as mortes investigadas chegaram a 2.361.

Perfil dos infectados

A maioria é feita de homens, com mais de 60 anos, da cor parda. Entre os profissionais de saúde, os que mais são afetados são os técnicos em saúde e auxiliares de enfermagem.

Doenças respiratórias

Outro recorte apresentado foi o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Dentre todas as doenças pulmonares e virais, até agora, a que mais matou brasileiros foi a COVID-19, com 70%. Em relação ao método de investigação dessas mortes, a que melhor identificou as causas foi a laboratorial, com 93,5%.

Testes de diagnóstico

Falando em laboratório, o Ministério da Saúde não alcançou ainda nem metade da meta que imaginava em abril, com os antigos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, que prometeram distribuir 46 milhões de testes no país. Ao todo, a pasta conseguiu repassar 18.575.178 testes. Desses, 7.983.856 foram de RT-PCR.

A média das últimas 5 semanas, foram feitos 200 mil testes PCR por semana e 27 mil por dia.

Programa Vigiar

O MS também lançou um novo programa de Vigilância em Saúde chamado “Vigiar”. O investimento será de R$ 1,5 bilhão e pretende reforçar a detecção do vírus e as medidas de prevenção. Uma das realizações será implantar 1 epidemiologista para cada 200 mil habitantes. Dessa forma, a pasta vai ultrapassar a meta do Regulamento Sanitário Internacional.

30 de outubro de 2020 - 7:42h