Ministério da Justiça anuncia mudança na superintendência da Polícia Federal no RN

O Ministério da Justiça anunciou nesta quinta-feira (14) a saída da superintendente da Polícia Federal do Rio Grande do Norte, Tânia Fogaça. Ela será a nova diretora-geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O Ministério não divulgou o nome de quem assume a superintendência da PF no RN.

O anúncio foi feito pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, durante uma videoconferência com secretários de Administração Penitenciária dos Estados e Distrito Federal.

Pelo menos cinco mudanças em superintendências estaduais da Polícia Federal já aconteceram desde a posse de André Mendonça como ministro da Justiça e a nomeação de Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da PF. As mudanças atingem: Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Alagoas, Paraíba e Tocantins.

Fonte: G1 RN

15 de maio de 2020 - 7:14h

Bolsonaro nomeia André Mendonça para a Justiça e Ramagem para a PF

O advogado-geral da União, André Mendonça, participa do lançamento da Estratégia Nacional Integrada para a Desjudicialização da Previdência Social, no Supremo Tribunal Federal (STF)

André Luiz de Almeida Mendonça e Alexandre Ramagem Rodrigues são nomeados ministro da Justiça e Segurança Pública e diretor-geral da Polícia Federal (PF), respectivamente. Os decretos assinados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, estão publicados no Diário Oficial da União desta terça-feira (28). André Mendonça passa a ocupar o comando do ministério com a saída de Sergio Moro e Alexandre Ramagem assume a chefia da PF no lugar de Maurício Valeixo.

André Mendonça, de 46 anos, é natural de Santos, em São Paulo, advogado, formado pela Faculdade de Direito de Bauru (SP). Ele também é doutor em estado de direito e governança global e mestre em estratégias anticorrupção e políticas de integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha; é pós-graduado em direito público pela Universidade de Brasília (UnB).

É advogado da União desde 2000, tendo exercido, na instituição, os cargos de corregedor-geral da Advocacia da União e de diretor de Patrimônio e Probidade, dentre outros. Recentemente, na Controladoria-Geral da União (CGU), como assessor especial do ministro, coordenou equipes de negociação de acordos de leniência celebrados pela União e empresas privadas.

No Twitter, André Mendonça agradeceu a nomeação ao presidente Jair Bolsonaro e disse que fará um “trabalho técnico” à frente da pasta.

Fonte: Agência Brasil

28 de abril de 2020 - 13:32h

Polícia Civil apreende carga roubada de produtos de higiene avaliada em R$ 70 mil e prende casal

Uma operação de policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) de Natal resultou na apreensão de uma carga roubada de produtos de higiene avaliada em R$ 70 mil e na prisão em flagrante de um casal, em um sítio da zona rural de São Gonçalo do Amarante, na tarde desta segunda-feira (20).

A carga havia sido roubada de um caminhão, na manhã do mesmo dia, na cidade de Santa Maria. As investigações revelaram que o crime teria sido cometido por três homens e uma mulher. Um dos suspeitos pela prática do roubo, já vinha sendo investigado pela Polícia Civil pois teria cometido diversos roubos em fazendas da região.

Logo após o roubo da carga e diante das investigações que já estavam em andamento, os policiais civis da DEPROV foram até São Gonçalo do Amarante e conseguiram encontrar toda a mercadoria roubada escondida em um compartimento de uma casa, onde estavam Daniel Rabelo, 27 anos e Khadyja Chayann Soares Andrade, 18 anos, que foram presos em flagrante delito.

O homem foi autuado pelos crimes de receptação e porte ilegal de arma de fogo. Ele também foi preso mediante o cumprimento de um mandado de prisão, por ser investigado pela Polícia Civil, pois é suspeito de realizar roubos em fazendas. Khadyja Chayann foi presa em flagrante pelo crime de receptação.

No momento da prisão, Daniel Rabelo tentou fugir ao cerco policial, armado com um revólver calibre 38, mas foi detido pelos policiais civis. Além dos materiais roubados, foram apreendidos na residência, munições e um colete balístico.

Fonte: Agora RN

21 de abril de 2020 - 17:14h

Feminicídios e denúncias de violência doméstica crescem no RN durante isolamento por causa do coronavírus, diz estudo

Um estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública coloca o Rio Grande do Norte como um dos estados com maior crescimento no número de feminicídios, durante o período de isolamento social por causa do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o levantamento, em março deste ano foram quatro feminicídios registrados no estado – crescimento de 300% em comparação com o mesmo período de 2019. Na quarta-feira (14), Luzia Beatriz de Lima, de 18 anos, que estava grávida de sete meses, foi morta dentro de casa. Polícia investiga o crime de feminicídio.

“Estamos levantando as informações com as pessoas com ela tinha envolvimento, amigos, familiares. O feminicídio é uma das linhas de investigação”, destacou Cidorgeton Pinheiro, delegado da Polícia Civil em Macaíba.

Além das mortes, a Secretaria Estadual de Segurança Pública também divulgou um aumento no número de boletins de ocorrência na Delegacia da Mulher. Foram registradas 385 denúncias de violência doméstica no último mês de março – 31 a mais do que o registrado em fevereiro de 2020.

“Ainda é cedo para associar esse crescimento ao isolamento social por causa do coronavírus, mas isso será analisado a medida que o distanciamento for sendo prorrogado. Esse aumento também pode ter sido motivado pelas campanhas que estimulam as denúncias em março, no mês da mulher”, destacou Ana Cláudia Saraiva, delegada-geral do Estado.

Fonte: G1 RN

21 de abril de 2020 - 17:11h

Homicídio é registrado em Currais Novos hoje a noite (08/04)

Por volta das 20 horas dessa quarta-feira (08/04/2020) um crime de homicídio foi registrado na avenida Dr. Sílvio Bezerra de Melo, centro de Currais Novos, onde um jovem foi atingido por vários disparos de arma de fogo em via pública.

As primeiras informações dão conta que dois homens passavam em uma motocicleta preta, pararam e efetuaram vários disparos contra a vítima . A Polícia Militar foi acionada junto com SAMU e o médico de plantão constatou o óbito.

Nesse momento está sendo realizado o isolamento do local e é aguardada a chegada da Polícia Civil e do ITEP. A vítima foi identificada a princípio pelo nome de MICAEL NATAN e reside em Currais Novos a pouco tempo.

O mesmo teria vindo de Parnamirim e não há informações sobre a motivação do crime.

A cidade não registrava esse tipo de crime há pelo menos 10 meses.

Informações: CN Polícia.com

8 de abril de 2020 - 21:13h

Polícia Militar apreende carga de cigarros contrabandeados em caminhão

Policiais militares do Grupo Tático Operacional de Pureza apreenderam carga cigarro contrabandeado, em Maxaranguape, na Região Metropolitana de Natal. Os agentes estavam em patrulhamento quando se depararam com um caminhão atolado em uma estrada de areia. Era dentro do veículo onde o material apreendido foi encontrado. A ocorrência foi registrada na tarde desse sábado (4).

Quando os policiais se deparam com o caminhão atolado, se aproximaram do veículo, no momento em que um homem empreendeu fuga. No entanto, os PMs conseguiram deter o motorista. Depois de verificar a carga do caminhão, encontraram uma carga de cigarro chinês, produto de contrabando internacional.

Com apoio do Batalhão do Policiamento de Choque (BPChoque), o caminhão com a carga foram removidos até o pátio da Receita Federal e o motorista foi apresentado na Delegacia da Polícia Federal para os procedimentos decorrentes

Fonte: Tribuna do Norte

6 de abril de 2020 - 11:01h

Congresso prorroga CPMI das Fake News por 180 dias

www, internet,código binário

Deputados e senadores decidiram prorrogar por 180 dias a comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga a propagação de notícias falsas. O novo prazo passa a contar a partir de 14 de abril, quando termina o primeiro prazo para conclusão dos trabalhos. Para conseguir a prorrogação do prazo, o colegiado precisou de 209 assinaturas de deputados e 34 de senadores.

A CPMI investiga a criação de perfis falsos para influenciar as eleições do ano passado e os ataques cibernéticos contra a democracia e o debate público. De acordo com o presidente da comissão, o senador Ângelo Coronel (PSD-BA), a propagação de informações falsas sobre a pandemia também será alvo de investigação.

“Vamos colocar nossa parte técnica para descobrir quem são os patrocinadores dessas pessoas que utilizam perfis falsos para poder usar as redes socais para depreciar as instituições, depreciar famílias, atentar contra a vida e agora estão atentando com falsas informações a respeito do coronavírus. Nós temos que banir, das redes sociais, os marginais digitais e também punir os seus financiadores”, disse o senador, em declaração divulgada pela Agência Senado.

Parlamentares da base do governo tentaram esvaziar a comissão e impedir sua prorrogação.

Em virtude do isolamento social provocado pela epidemia do novo coronavírus, as atividades presenciais da comissão estão interrompidas. Não há previsão para sua retomada.

Fonte: Agência Brasil

3 de abril de 2020 - 16:11h

Operação do MP combate aumento abusivo no preço e estocagem de máscaras

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), com o apoio do CyberGaeco do Ministério Público de São Paulo e da Polícia Civil de São Paulo, deflagrou nesta quinta-feira (2) a operação Ganância. O objetivo é combater a prática de aumento abusivo no preço de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados por profissionais de saúde no combate à Covid-19. O reajuste no valor de uma máscara descartável chega a 14.733,33%.
 
A operação cumpre quatro mandados de busca e apreensão nas cidades potiguares de Natal, Parelhas e Ouro Branco, e ainda no Estado de São Paulo, na cidade de São Caetano do Sul. A Polícia Civil paulista, através da 2ª Delegacia de Investigações sobre Infrações contra o Consumidor do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), auxiliou no cumprimento das ordens judiciais.

Fonte: No Mínuto

2 de abril de 2020 - 9:57h

Prisão de homem que promoveu festa “corona trance” vira preventiva

A prisão de um homem acusado de promover uma festa chamada “Corona Trance” em Ribeirão Preto (SP) foi convertida de temporária para preventiva pela Justiça de São Paulo, depois de ele apresentar “personalidade delinquente, transgressora, desafiadora das leis e contrária ao senso comum”, disse o juiz responsável pelo caso.
Segundo os autos do processo, o homem foi preso em flagrante depois de a Polícia Militar receber uma denúncia anônima e comparecer ao local onde a festa ocorreria. Lá, foram encontrados produtos alimentícios armazenados sem rótulo e de modo irregular, bem como uma ligação clandestina de energia elétrica e uma piscina sem tratamento e com presença de larvas.

O homem foi preso e autuado por furto qualificado, crime contra a relação de consumo e violação de determinação pública para prevenção de contágio de covid-19 (novo coronavírus).

“Vivemos numa circunstância excepcional e de extrema gravidade. O coronavírus causa apreensão em todo o mundo, com milhares de mortes. Diversas medidas estão sendo tomadas para a prevenção do contágio, com recomendações para que a população não deixe seus lares e determinações que impedem o funcionamento de certos estabelecimentos, comerciais ou não”, escreveu o juiz Hélio Benedini Ravagnani, segundo divulgado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

“Não é possível admitir, portanto, tamanha afronta como essa praticada pelo autuado. Em plena situação de emergência vem disseminar a propagação do vírus com a promoção de uma festa, inclusive com nome sugestivo, deixando evidenciada sua intenção. A realização do evento poderia contaminar um número incontável de pessoas, atravancando e assolando ainda mais o sistema público de saúde”, acrescentou o magistrado.

Fonte: Agora RN

23 de março de 2020 - 16:19h

PM aposentado e empresária são assassinados durante assalto em Natal; suspeito morre após confronto

Um policial militar aposentado e uma empresária foram mortos a tiros durante assalto em um bar, na madrugada deste domingo (15), em Natal. Após o crime, um dos suspeitos trocou tiros com a Polícia Militar e acabou morrendo no hospital.

As vítimas foram identificadas como o cabo da reserva da PM Valdemar Lima Xavier, de 55 anos, e a empresária Odeana Vasconcelos da Rocha, de 36 anos.

O crime ocorreu pouco antes das 3h em um bar da avenida Bernardo Vieira, no Alecrim, Zona Leste da capital. De acordo com o relato policial, quatro pessoas chegavam ao estabelecimento para fazer um lanche, quando dois criminosos se aproximaram e anunciaram um assalto, exigindo a chave da caminhonete em que estavam.

Durante a abordagem, Valdemar reagiu e houve uma troca de tiros. Moradores da região disseram ter ouvido vários tiros. No confronto, ele e a empresária, que era esposa do dono do carro, foram atingidos por tiros e morreram no local. Os criminosos fugiram.

A Polícia Militar foi acionada e, durante as buscas na região, uma equipe se deparou com um suspeito na ladeira do Baldo. De acordo com a PM, o homem atirou contra os policiais, que revidaram e o atingira. Ele foi socorrido ao pronto-socorro Clóvis Sarinho, no Hospital Walfredo Gurgel, mas não resistiu e morreu.

O homem estava sem identificação e portava uma pistola calibre 9 milímetros.

Nas redes sociais, os amigos da empresária lamentaram o crime. “Estou sem acreditar”, disse uma amiga. “Uma dor. Nem tem como explicar”, afirmou outra.

“Uma boa pessoa”, disse um policial que conhecia o cabo Valdemar, lamentando o crime.

Fonte: G1 RN

16 de março de 2020 - 7:26h