Juiz do Paraguai concede liberdade a Ronaldinho Gaúcho após 5 meses

A Justiça do Paraguai concedeu liberdade nesta segunda-feira (24) a Ronaldinho Gaúcho, que estava em prisão domiciliar. O ex-jogador da seleção brasileira poderá retornar ao Brasil após cinco meses de privação da liberdade no país vizinho por tentar ingressar com passaporte adulterado.

O juiz Gustavo Amarilla aceitou uma “suspensão condicional” das acusações contra o ex-jogador, concordando com solicitação apresentada pela procuradoria no início do mês.

Roberto de Assis Moreira, irmão e empresário de Ronaldinho, recebeu uma condenação de 2 anos em suspenso, e ambos poderão deixar o Paraguai sob determinadas condições.

Fonte: Agência Brasil

25 de agosto de 2020 - 8:05h

PF e Receita Federal apreendem 704 kg de cocaína em meio a carga de mangas no porto de Natal

Uma operação da Polícia Federal junto com a Receita Federal apreendeu 703,95 quilos de cocaína dentro de um contêiner carregado de mangas com destino à Holanda, na Europa. O caso aconteceu neste sábado (15), no Porto de Natal.

Segundo a PF, a descoberta do entorpecente ocorreu após intensificação do trabalho de fiscalização no terminal. A corporação ainda investiga para descobrir os autores do crime de tráfico internacional de drogas. A pena pode variar de 7 a 25 anos de reclusão.

Segundo a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), que dirige o porto, o “evento mostra que a intensificação das ações de vigilância na área portuária vem surtindo efeito”. Ainda de acordo com a estatal, “convergência de interesses entre o Porto, Armadores e Proprietários das Cargas, deverá possibilitar a instalação de um ‘scanner’ de containers no final do próximo mês”, que deverá melhorar a segurança.

Desde 2019, somente no Porto de Natal, a Polícia e a Receita Federal apreenderam mais de 5 toneladas de cocaína. Em apenas duas operações realizadas em fevereiro de 2019, foram 3,3 toneladas.

Segundo a PF, a capital potiguar virou um do ponto de partida para o tráfico internacional de drogas, com envio de cocaína principalmente para Holanda e Bélgica. Desde outubro de 2018, mais de 10 toneladas de drogas que partiram de Natal também foram apreendidas no porto de Roterdã, na Holanda.

Por causa das apreensões, a única empresa que faz o transporte de cargas de Natal para Roterdã, na Holanda, suspendeu as atividades locais em março, até que o porto tomasse medidas de segurança. As operações, porém, foram retomadas no início de abril de 2019 e em maio, outra tonelada foi apreendida.

A Polícia Federal disse que a apreensão reforça a importância das reuniões da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis – Cesportos. O grupo presidido pela PF tem como missão prevenir e reprimir os atos ilícitos nos portos, terminais e vias navegáveis.

FOnte: G1 RN

17 de agosto de 2020 - 7:38h

Homens são presos por vender ivermectina ilegalmente na BR-101 em Natal

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na noite desta terça-feira (9) dois homens que vendiam ilegalmente ivermectina, remédio que vem sendo utilizado para o combate ao coronavírus. Os suspeitos estavam em frente a um shopping, no perímetro urbano da BR-101, em Natal. A PRF ainda apreendeu 50 caixas do medicamento.

Após receber a denúncia de que pessoas estavam vendendo o medicamento próximo a um shopping na BR-101, uma equipe se deslocou até o local e constatou a irregularidade.

Quando os policiais chegaram, encontraram um Honda Fit estacionado às margens da BR, com dois homens no seu interior. No colo do passageiro, um homem de 37 anos, foi encontrada uma caixa grande, contendo 50 caixas de ivermectina 6 mg, com 4 comprimidos.

Aos policiais, o homem informou que teria comprado o medicamento na cidade de João Pessoa, capital da Paraíba, e estava revendendo em Natal. Ele estava cobrando um valor que variava entre R$ 50,00 e R$ 100, por caixa. A ivermectina é um medicamento prescrito para combater verminoses, porém vem sendo muito procurada pela população para minimizar os efeitos da Covid-19.

A pessoa que ligou denunciando, disse que recebeu uma mensagem pelo aplicativo Whatsapp, oferecendo a medicação.

Diante dos fatos, os homens foram detidos e encaminhados com o remédio para a delegacia de plantão da zona Sul, em Natal. O responsável pelo medicamento foi submetido a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime previsto no artigo 132 do código penal: expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente.

O crime prevê pena de detenção, de três meses a um ano, se o fato não constitui crime mais grave.

Fonte: Agora RN

14 de junho de 2020 - 19:28h

Chefe de cozinha é morta com mais de 10 tiros em Mossoró

Uma chefe de cozinha foi morta com mais de 10 tiros enquanto estava n apartamento de uma amiga no bairro Aeroporto, em Mossoró, na madrugada deste domingo (14). A vitima foi identificada como Paula Monique Carvalho Paiva, de 34 anos de idade.

Segundo informações, o apartamento que ela estava dormindo foi invadido por dois criminosos, que arrebentaram o portão de entrada do condomínio e a porta do apartamento. Paula foi morta dentro de uma rede, sem a menor chance de se defender.

A moradora do apartamento disse à policia que Paula Monique teria pedido para passar a noite com ela, por que estava com medo de ser morta. Dois dias antes, haviam metralhado o portão da casa de um familiar seu.

O delegado Paulo Pereira informou que a vítima teve um envolvimento com traficantes de drogas do bairro, no papel de aviãozinho e não descarta a possibilidade do crime está relacionado com algum tipo de dívida com traficantes.

Ele detalha, ainda, que, em virtude dos fatos, a chefe de cozinha estava se preparando para sair de Mossoró.

A equipe de pericia criminal identificou cerca de 12 perfurações, com orifícios de entrada e saídas, pelo corpo da vítima. No local foram encontrados apenas fragmentos das munições utilizada pelos criminosos.

Depois dos procedimentos, o corpo de Paula Monique Carvalho Paiva, foi removido para exames de necropsia na Unidade de Medicina Legal no Itep em Mossoró.

Fonte: Agora RN

14 de junho de 2020 - 19:24h

Vítimas de violência doméstica poderão fazer denúncia em farmácias

Uma campanha promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) pretende incentivar as vítimas de violência doméstica a denunciarem agressões nas farmácias.

Pela campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica, que será lançada nesta quarta-feira (10), basta mostrar um X vermelho na palma da mão para que o atendente ou o farmacêutico entenda tratar-se de uma denúncia e em seguida acione a polícia e encaminhe o acolhimento da vítima.

A ação é voltada para as mulheres que têm dificuldade para prestar queixa de abusos, seja por vergonha ou por medo. “A vítima, muitas vezes, não consegue denunciar as agressões porque está sob constante vigilância. Por isso, é preciso agir com urgência”, disse a presidente da AMB, Renata Gil, de acordo com o material da campanha.

Cerca de 10 mil farmácias de todo o país, filiadas a duas associações do setor, são parceiras na iniciativa. Segundo o material da campanha, atendentes e farmacêuticos seguirão protocolos preestabelecidos para lidar com a situação e não necessariamente serão chamados a testemunhar nos casos.

Entre março e abril deste ano, já em meio à pandemia do novo coronavírus, os casos de feminicídio cresceram 22,2% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com um levantamento feito em 12 estados e divulgado na semana passada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

No mesmo levantamento, o FBSP apontou queda na abertura de boletins de ocorrência ligados à violência doméstica. Para a entidade, os dados do levantamento demonstram que, ao mesmo tempo em que estão mais vulneráveis durante a crise sanitária, as mulheres têm tido mais dificuldade para formalizar queixa contra os agressores.

Fonte: Agora RN

10 de junho de 2020 - 7:19h

RN registra 74 policiais e bombeiros diagnosticados com coronavírus; 346 estão afastados

O Rio Grande do Norte registra até esta quinta-feira (28), 74 policiais militares, civis e bombeiros que testaram positivo para o novo coronavírus. Ainda há outros 346 que estão afastados e em monitoramento, entre outros motivos, por terem contato com colegas diagnosticados com a Covid-19. Três policiais militares faleceram. Dois deles eram da reserva, ou seja, estavam aposentados.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed), solicitados pelo G1. A força mais atingida é a Polícia Militar, que representa 73% dos afastamentos, 84% dos casos confirmados da doença e 100% dos óbitos.

Para o secretário de Segurança, coronel Francisco Canindé Araújo, a Polícia Militar tem o maior número de infectados por pelo menos dois motivos: primeiro, porque conta com o maior efetivo. São cerca de 8,4 mil militares, contra cerca de 1,4 mil na Polícia Civil e 600 no Corpo de Bombeiros. Segundo, porque os PMs são os que mais estão na rua, no combate à criminalidade e também no apoio às autoridades de saúde.

Fonte: G1 RN

29 de maio de 2020 - 8:23h

PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news

Sede da Polícia Federal em Brasília

A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Fonte: Agência Brasil

27 de maio de 2020 - 10:02h

Justiça condena sócios da Telexfree por pirâmide financeira

A Justiça Federal no Espírito Santo condenou Carlos Roberto Costa e Carlos Nataniel Wanzeler, representantes da Telexfree no Brasil, a 12 anos e 6 meses de prisão em regime fechado.
Sócios da Ympactus, eles administravam no Brasil o esquema de pirâmide financeira que lesou milhões de pessoas entre 2012 e 2014.

Foram condenados por operação clandestina e gestão fraudulenta de instituição financeira.

Além da prisão, deverão arcar com R$ 8,9 milhões de multa e perdimento de bens.

O americano James Mathew Merril, que participava do esquema, não foi denunciado no Brasil por estar negociando delação premiada nos Estados Unidos.

Fonte: Agora RN

26 de maio de 2020 - 7:56h

PF faz operação na residência oficial do governador do Rio

Policiais federais estão neste momento no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Há equipes também em outros pontos da cidade.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Federal, a operação é da PF de Brasília. Ainda não há informações sobre o objetivo da ação.

Fonte: Agência Brasil

26 de maio de 2020 - 7:47h

Vereador de cidade do interior do RN é preso suspeito de contrabandear cigarros

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam em flagrante na tarde desta quinta-feira (14) um vereador do município de Serrinha dos Pintos, no interior do RN, suspeito de contrabandear cigarros. Macio Ferreira de Aquino, de 38 anos, conhecido como “Pato Choco”, foi preso em um condomínio de luxo no município de Parnamirim. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime.

De acordo com a Deicor, ele seria um dos maiores responsáveis pela distribuição ilegal de cigarros importados no Rio Grande do Norte.

A prisão aconteceu após os policiais civis encontrarem na manhã desta quinta-feira um galpão subterrâneo – embaixo de um campo de futebol de areia – na granja do vereador em Serrinha dos Pintos. No local, de 60 metros quadrados, havia 20 caixas de cigarros contrabandeados, avaliadas em mais de R$ 40 mil reais, além de munições calibre ponto 40.

A investigação teve início em março, quando um agência bancária na cidade de Antônio Martins foi alvo de ação de criminosos. A Deicor recebeu uma denúncia anônima de que alguns bandidos estavam escondidos na granja do vereador Pato Choco, que fica na zona rural de Serrinha dos Pintos.

Durante as investigações, os policiais descobriram que havia um galpão subterrâneo na granja, que eles acreditam que era usado para guardar grandes cargas de cigarros contrabandeados. Além disso, segundo a Polícia Civil, o espaço também servia para guardar armas de grosso calibre para ações criminosas.

Com Pato Choco, foram apreendidos dois veículos, sendo um deles avaliado em R$ 180 mil reais. O outro, a Polícia Civil acredita que servia para o transporte dos cigarros. O vereador Macio Ferreira de Aquino foi autuado em flagrante pelos crimes de contrabando e posse ilegal de munição de uso restrito.

Questionado pela reportagem da Inter TV Cabugi quando estava sendo levado para a Central de Flagrantes de Natal, o vereador não quis falar.

Fonte: G1 RN

15 de maio de 2020 - 7:16h