CBF suspende competições em âmbito nacional por tempo indeterminado

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender, a partir desta segunda-feira (16) por prazo indeterminado, as competições nacionais sob sua coordenação que estão em andamento: Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20. O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, viaja para o Rio de Janeiro, onde deve dar posição, nesta segunda-feira (16), sobre paralisação ou não do Campeonato Potiguar.

Pelo que há de concreto, o América é o time potiguar afetado pela decisão da CBF. Após empate em 1 a 1, na semana passada, contra o Juventude, em Caxias do Sul-RS, o Alvirrubro voltaria a jogar contra os gaúchos na partida de volta pela 3ª fase da Copa do Brasil. O confronto estava marcado para esta quarta-feira (18), às 20h, na Arena das Dunas.

Em relação aos campeonatos estaduais, as Federações Estaduais de futebol, entidades organizadoras, terão deliberações específicas para cada competição, sendo respeitada a sua autonomia local. Até segunda ordem, o Campeonato Potiguar continua. O presidente da FNF se reunirá com representantes de outras federações, nesta segunda, para definir medidas na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

A CBF informou que seguirá em permanente contato com o Ministério da Saúde, unindo esforços para que o país e o esporte superem a pandemia, torcendo para que, o quanto antes, as atividades possam voltar ao normal.

Fonte: Tribuna do Norte

16 de março de 2020 - 7:35h

América e Juventude empatam em 1 a 1 pela Copa do Brasil

O América e o Juventude empataram na noite desta quarta-feira (11) em uma partida válida pela Copa do Brasil. O jogo foi no estádio Alfredo Jaconi, no Rio Grande do Sul. O placar terminou em 1 a 1.
Os gols da partida foram marcados por Dione, do alvirrubro, no primeiro tempo e por Iago Dias, do Juventude, no segundo tempo.

O próximo jogo do América será contra o Bahia pela Copa do Nordeste. A partida começa às 16h do próximo sábado (14), na Arena das Dunas.

Fonte: Agora RN

12 de março de 2020 - 8:20h

Jogos do Flamengo no Carioca não devem ter transmissão na TV

Atual campeão carioca e time sensação de 2019, o Flamengo estreia na temporada neste sábado, contra o Macaé, às 16h (horário de Brasília), no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Carioca. E, antes mesmo de a bola rolar, o clube rubro-negro já está envolvido em uma polêmica quanto à exibição dos jogos do time no Estadual. A partida não terá transmissão na TV e a tendência é que nenhum jogo do Fla no Carioca seja transmitido.

A equipe rubro-negra ainda não entrou em acordo com a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão da competição.

A Rede Globo oferece ao Flamengo R$ 30 milhões pela transmissão de seus jogos no Carioca, o dobro do que será pago para Fluminense, Botafogo e Vasco. O Fla, entretanto, exige R$ 100 milhões, alegando valorização de sua marca, após a conquista da Libertadores, do Campeonato Brasileiro e do próprio Carioca, no ano passado.

A negociação está travada. O que se sabe, no momento, é que nenhuma emissora está autorizada a passar os jogos do Flamengo, inclusive os clássicos. O Fla está no Grupo A, ao lado de Bangu, Boavista, Botafogo, Cabofriense e Portuguesa. O Macaé está no Grupo B, com Fluminense, Resende, Madureira, Volta Redonda e Vasco.

Fonte: Agora RN

17 de janeiro de 2020 - 10:59h

Natal e outras três capitais do Nordeste disputam primeiro jogo do Brasil nas Eliminatórias

Quatro capitais nordestinas aparecem como principais candidatas a receber o primeiro jogo da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022: Salvador, Recife, Fortaleza e Natal. A informação foi confirmada à reportagem com uma fonte ligada à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pelo presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF-PE), Evandro Carvalho.

  • Há outras cidades na briga, como Fortaleza e Salvador. É um pouco mais complicado trazer para cá porque é mais longe para a maioria dos países Sul-Americanos. Mas estamos nessa briga, sim. Temos algumas vantagens como a nossa Arena (de Pernambuco), que é ótima, e nossa malha aérea. Mas há esse problema da distância que é algo contra – disse Evandro.

Na próxima semana, a CBF começará a realizar vistorias nos estádios (Arena Fonte Nova, Arena de Pernambuco, Arena Castelão e Arena das Dunas) e também nas cidades para ver qual a melhor logística para a seleção brasileira.

  • Já está tudo marcado quanto às vistorias. Será semana que vem. Só não sabemos ainda qual a data que será no Recife, Fortaleza, Salvador e Natal. Esse cronograma ainda será montado pela CBF. O que a gente sabe é que, na semana que vem, essas quatro capitais receberão as vistorias. Isso, no entanto, não quer dizer nada. Já fizeram vistorias outras vezes na Arena de Pernambuco, por exemplo, recebemos a nota máxima, mas a CBF levou jogos para outra Arena que também recebeu a nota máxima. É esperar – completou Evandro Carvalho.

As primeiras datas para jogos das Eliminatórias que foram reservadas no calendário da CBF, divulgado em outubro do ano passado, são os dias 26 e 31 de março, que são uma quinta e uma terça-feira, respectivamente. Procurada pela reportagem, a CBF informou que não pode confirmar a informação e que só irá divulgar o calendário da seleção quando ele estiver confirmado.

Fonte: Globo Esporte

14 de janeiro de 2020 - 7:58h

De virada, Flamengo vence Al Hilal e garante vaga na final do Mundial de Clubes

O Flamengo está na final do Mundial de Clubes. Ainda que sem o brilho que caracterizou os seus melhores momentos nas conquistas da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro, derrotou o Al Hilal por 3 a 1, de virada, com seus gols sendo marcados na etapa final.

Melhor do jogo, Bruno Henrique confiava em virada do Flamengo no segundo tempo. Leia aqui.

O adversário do Flamengo na final de sábado será conhecido nesta quarta-feira, a partir das 14h30 (horário de Brasília), no duelo entre Liverpool e Monterrey. E a expectativa, claro, é para um novo confronto com o time inglês, como ocorreu em 1981, na decisão do Mundial Interclubes, com vitória do time carioca por 3 a 0.

Numa partida de domínio do primeiro tempo pelo Al Hilal, quando acabou sendo vazado, o destaque do Flamengo foi Bruno Henrique, autor do gol da virada e com participação direta nos outros dois da equipe, que teve baixa produção ofensiva, mas de eficiência ao conseguir aproveitar as oportunidades que teve.

O JOGO – O início da partida em Doha foi ótimo para o Al Hilal. O time saudita trocava passes e impunha velocidade, com o Flamengo enfrentando dificuldades na marcação, que parecia atrasada, como se apenas corresse atrás do adversário. Até teve o primeiro lance de perigo, mas em uma jogada de bola parada após cobrança de escanteio, em que Gerson finalizou para fora.

Mas a resposta do Al Hilal foi imediata. Primeiro com uma chance clara perdida por Gomis, na sequência de rebote dado por Diego Alves após jogada individual de Al-Dawsari. E depois com o primeiro gol da partida. Aos 17, Giovinco acionou Al-Buryak na direita. Ele cruzou rasteiro para Al-Dawsari. No meio da área, livre, chutou, com a bola desviando em Marí e colocando o Al Hilal em vantagem.

O gol mudou o cenário da partida. O time asiático recuou, mas parecia confortável na partida diante de um Flamengo nervoso, algo exposto pelo lance do cartão amarelo de Bruno Henrique, por pisar em um adversário. A equipe carioca, por sua vez, até foi ao ataque, mas atuava em ritmo lento e errava passes, facilitando a marcação do adversário, que mal teve a sua meta ameaçada.

Disperso no primeiro tempo, o Flamengo enfim mostrou o seu melhor aos três minutos, em uma triangulação envolvendo os seus principais atacantes. Gabriel recebeu no meio e acionou Bruno Henrique em profundidade e na grande área. Ele rolou para Arrascaeta, que só empurrou a bola para o gol.

Foi a amostra de um Flamengo mais intenso, algo marcante nos melhores momentos do time na temporada. Mas embora até tenha conseguido exibir isso em alguma momentos da etapa final, com o time encontrando mais espaços do que no primeiro tempo, faltava brilho e velocidade.

O jogo, então, ficou travado, com o Al Hilal até se arriscando no ataque. Mas o Flamengo, que acionou Diego no lugar de Gerson, assim como havia feito na decisão da Libertadores, em ajudando o time a ser mais vertical, acabou conseguindo a virada aos 32 minutos. Aproveitando os espaços dados pela defesa adversária, Diego acionou Rafinha, que cruzou para Bruno Henrique cabecear às redes: 2 a 1.

Com espaços, o time voltou a marcar aos 35. Dessa vez, Diego recebeu na entrada da área e tocou para Bruno Henrique na esquerda. Ele invadiu a área e fez o cruzamento, com Al-Bulayhi mandando contra as próprias redes. No fim, o peruano Carrillo ainda foi expulso por entrada dura em Arrascaeta.

Fonte: Agora RN

17 de dezembro de 2019 - 19:36h

Potiguar Gabriel Veron ganha a Bola de Ouro como melhor jogador do Mundial Sub-17

Além da conquista do tetracampeonato, o Brasil também comemorou três prêmios individuais no Mundial Sub-17, incluindo o principal deles. O meia potiguar Gabriel Veron, do Palmeiras, foi eleito o melhor jogador da competição e ficou com a Bola de Ouro.

Os outros dois brasileiros premiados foram o o goleiro Matheus Donelli, que levou a Luva de Ouro como o melhor da posição, e o atacante Kaio Jorge, dono da Chuteira de Bronze como o terceiro artilheiro do torneio.

O holandês Sontje Hansen ganhou a Chuteira de Ouro como principal artilheiro do Mundial Sub-17, com seis gols. O francês Nathanael Mbuku levou a Chuteira de Prata, com cinco gols marcados, assim como Kaio Jorge.

O francês Adil Aouchiche ganhou a Bola de Prata, como segundo melhor jogador do torneio, e o mexicano Eugenio Pizzuto levou a Bola de Bronze.

Fonte: Blog do BG

18 de novembro de 2019 - 8:31h