Marinha emite alerta de mar grosso com ondas de até 3,5 metros no litoral potiguar

Foto: Reproduçã

A Marinha do Brasil emitiu um novo alerta alerta de mar grosso com ondas que podem chegar a até 3,5 metros de altura em parte do litoral do Rio Grande do Norte.O alerta é válido até 20h de quarta-feira (20)

O alerta de mar grosso ocorre na área oceânica entre Salvador (BA) e Touros (RN), abrangendo todo o litoral Leste potiguar.

Segundo o comunicado, a recomendação é que embarcações de pequeno porte evitem a navegação e as demais redobrem a atenção e verifiquem o estado dos materiais de salvatagem, estado geral dos motores, casco, equipamentos, e demais itens de segurança.

A Marinha do Brasil reforça que os navegantes devem consultar essas informações antes de irem ao mar. A informação deve ser divulgada amplamente às comunidades de pesca e esporte e recreio.
A Marinha divulgou a nota à comunidade marítima através do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM). Todos os avisos estão disponíveis no site da Marinha.

Já as informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho e por meio do aplicativo “Boletim ao Mar”.

g1

18 de julho de 2022 - 14:36h

Com 21 municípios em emergência, RN tem 174 mil pessoas afetadas pelas chuvas

Foto: Anderson Régis/Prefeitura de Natal

A Defesa Civil do Rio Grande do Norte atualizou a situação do estado após as chuvas do início do mês. Ao todo, 21 municípios foram afetados pelas precipitações registradas em julho.

Segundo o órgão, o total de desalojados chegou a 1.920 enquanto 1.540 estão desabrigados. O RN tem ainda mais de 174 mil pessoas afetadas de alguma forma pelas chuvas.

Dos municípios listados, Natal e Canguaretama já tiveram solicitação de recursos aprovadas pela governo federal. Já Extremoz, Ceará-Mirim, Parnamirim, Touros, São Gonçalo do Amarante e Nísia Floresta tiveram situação reconhecida pelo governo federal.

O governo do RN vai divulgar nesta quarta-feira (13) as medidas emergenciais que serão adotadas para minimizar os impactos provocados pelas chuvas nos municípios em emergência. O encontro acontecerá na sede do governo com equipes dos Executivos estadual e municipais.

Municípios em emergência:

Macaíba
Natal
Extremoz
Ceará-Mirim
Parnamirim
Canguaretama
Touros
Tibau do Sul
Taipu
São Gonçalo do Amarante
Ielmo Marinho
Nísia Floresta
Várzea
Nova Cruz
Montanhas
Boa Saúde
Jundiá
Espírito Santo
Brejinho
Pedro Velho
São Pedro

13 de julho de 2022 - 8:19h

Defesa Civil Nacional instala sala de monitoramento após fortes chuvas no RN

O Governo do Estado junto com a Defesa Civil Nacional anunciou a instalação de uma sala de monitoramento para atender a população afetada pelas chuvas no Rio Grande do Norte. O Gabinete começou a funcionar neste domingo (10) na sede da Federação dos Municípios do RN (Femurn), no bairro de Petrópolis, Zona Leste de Natal.

Equipes do Estado atendem prefeitos e autoridades municipais na sede da Femurn para agilizar medidas de atendimento às famílias prejudicadas pelas fortes chuvas.

“O gabinete de orientação técnica é destinado a prefeitos, coordenadores de proteção e defesa civil, engenheiros municipais e é também ambiente para os prefeitos entenderem e valorizarem os sistemas municipais de proteção e defesa civil”, afirmou o coronel Marcos de Carvalho, coordenador da Defesa Civil do Estado do RN.

Carvalho acrescentou ainda na sua fala que, quando os prefeitos entendem a importância e necessidade da Defesa Civil para prestação de serviços, os municípios conseguem obter respostas mais rápidas às emergências, principalmente quando existem pessoas com necessidade de retirada de locais de risco.

Os gabinetes instalados em Natal, vão continuar atuando enquanto houver necessidade e até que os municípios voltem ao estado de normalidade. Ou seja: “até que seja promovido o restabelecimento de vias e acessos rodoviários e o retorno dos desabrigados às suas moradias e atividades cotidianas com segurança”, explicou o coronel.

Foi solicitado ainda, ao secretário Alexandre Lucas e sua equipe técnica, agilidade na análise dos processos e liberação de recursos e materiais.

Ponta Negra News

11 de julho de 2022 - 9:01h

RN chega a 19 municípios em situação de emergência por causa das chuvas

O Rio Grande do Norte chegou a 19 municípios em situação de emergência por causa das chuvas. De acordo com a Defesa Civil Estadual, os municípios de Jundiá, Boa Saúde e Goianinha se juntaram aos outros 16 que já tinham tido a condição reconhecida na última semana.

O número pode aumentar caso Bom Jesus, no Agreste potiguar, tenha sua situação reconhecida pela administração estadual.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Marcos Carvalho, para ter o estado de emergência reconhecido, o município precisa atestar que teve danos em três pilares: humano, ambiental e material.

Comprovada, a situação é reconhecida e os gestores terão, durante esse estado excepcional, condições especiais para a administração pública. Além disso, os municípios poderão solicitar, à União, recursos federais para o enfrentamento dos desastres.

Na prática, o estado de emergência torna mais rápido compras de bens e produtos, além de agilizar contratações de serviços que são utilizados na solução da problemática, neste caso os efeitos das chuvas.

Municípios em estado de emergência no RN:
Natal
Ceará-Mirim
São Gonçalo do Amarante
Macaíba
Parnamirim
Nísia Floresta
Extremoz
Touros
Nova Cruz
Canguaretama
Montanhas
Várzea
Espírito Santo
Pedro Velho
Tibau do Sul
Ielmo Marinho
Jundiá
Goianinha
Boa Saúde

g1

11 de julho de 2022 - 8:56h

Previsão é de chuva em todo o RN entre esta sexta e domingo

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) informa a previsão de chuvas em todo o estado no período que compreende esta sexta-feira(13) até o domingo(15). Novamente, a Zona de Convergência Intertropical segue atuante na região e sendo a principal responsável pela instabilidade climática.

13 de março de 2020 - 9:36h

Chuvas de fevereiro ficam acima da média no RN

As chuvas que caíram no Rio Grande do Norte durante o mês de fevereiro foram 14,9% acima do esperado para o período, segundo a análise da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN). A média do mês foi de 110,9 milímetros. O esperado era de 93,6 mm. Mais de 90 municípios registraram chuvas de normal a acima do normal em fevereiro.

As regiões Oeste e Central foram onde as precipitações foram melhor distribuídas, com média de 177,1 mm e 104 mm, respectivamente. Em algumas localidades, as chuvas foram acima deste volume. Os municípios que registraram mais chuvas foram:

Martins (386,8 mm)
Rafael Godeiro (311,9 mm)
Messias Targino (307,5 mm)

Em Mossoró, somente no dia 29, choveu 176,4 mm, batendo o recorde histórico do município, que era de 151,6 mm, ocorrido em 2017.

O meteorologista Gilmar Bristot, explica que a causa das chuvas ocorridas fevereiro no estado são fruto da atuação no semiárido potiguar do sistema meteorológico Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCANS), e em alguns momentos, em conjunto com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

Agreste negativo

Somente a região do Agreste choveu abaixo do esperado, que era 69,9mm, mas a média registrada foi de 66,5mm (-4,5%).

Fonte: Agora RN

4 de março de 2020 - 12:18h

Após 9 anos, o coração dos curraisnovenses volta a transbordar de alegria pela sangria do Dourado

Após 9 anos de seca, o açude Público Dourado de Currais Novos renasceu totalmente nesta madrugada de terça-feira (03) de março de 2020. O manancial que estava no seu volume morto a alguns dias atrás, voltou a receber uma imensa quantidade de água no último final de semana, através de grandes rios que desaguam no Dourado.

O Dourado deu início a sua sangria por volta da 00h47 da madrugada.

Centenas de pessoas acompanharam de perto com muitas expectativas para ver as primeiras jorradas de água por cima do sangradouro.

Fonte: Jean Souza

3 de março de 2020 - 5:50h

Quatro reservatórios monitorados no RN recebem ‘bom volume’ de água, diz Igarn

Quatro entre os 47 reservatórios monitorados pelo governo do Rio Grande do Norte receberam volume de água considerado “bom” pelo Instituto de Gestão das Águas (Igarn). O relatório do Igarn foi atualizado nesta quinta-feira (27), com o resultado das últimas chuvas que ocorreram no estado.

De acordo com o Instituto, o acréscimo mais expressivo foi observado na cidade de Encanto. O açude de mesmo nome passou de 73,60% da sua capacidade para 95,59%, faltando 20 centímetros para verter.

Os outros açudes que receberam “bons volumes” de água foram: Tourão, localizado em Patu, que passou de 18% da sua capacidade para 22,15%; Mendubim, localizado em Assu, que passou dos 71,93% para 73,49%; e Morcego, localizado em Campo Grande, que passou dos 29,21% de sua capacidade para 31,06%.

Maior reservatório do estado potiguar, com capacidade para 2,37 bilhões de metros cúbicos, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves atualmente acumula 534.605.124 m³, correspondentes a 22,53% do seu volume total.

Segundo o Igarn, em relação ao último relatório, divulgado no dia 18 de fevereiro, o manancial apresentou um acréscimo de volume de 13.516.359 m³, passando dos 21,96% de sua capacidade para os atuais 22,53%.

O segundo maior reservatório do Rio Grande do Norte, Barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade para 599.712.000 m³, acumula atualmente 108.329.758 m³. O Igarn explica que esse volume representa 18,06% do total. No último relatório o manancial estava com 108.467.001 m³, o que correspondia a 18,09% do seu volume total.

As reservas hídricas superficiais totais do RN atualmente são 955.839.502 m³, percentualmente, 21,84% da capacidade total de acumulo das bacias potiguares, que é de 4.376.444.842 m³. Em relação ao relatório anterior, do dia 18 de fevereiro, as reservas superficiais totais eram 942.298.261 m³, percentualmente, 21,53% da capacidade total.

Fonte: G1 RN

27 de fevereiro de 2020 - 17:29h

Açude Gargalheiras volta a receber água após as chuvas deste sábado

Depois da chuva caída neste sábado (01) no entorno da barragem Marechal Dutra, “Gargalheiras”, na cidade de Acari, o reservatório volta a receber um grande volume de água.

Neste momento ainda é possível ver o rio desaguando com bastante água no manancial.

Logo no início deste ano de 2020, o manancial chegou a receber cerca de 3.274.877,00 de metros cúbicos de água, ou seja 7,37% do seu volume total de 44 milhões.

Fonte: Jair Sampaio

3 de fevereiro de 2020 - 10:13h

Inmet lança novo alerta de chuva intensa com ‘perigo potencial’ em 133 municípios do RN

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas, com perigo potencial, em 133 municípios do Rio Grande do Norte – a capital Natal não está entre eles. O alerta é válido das 16h05 desta terça-feira (21) até as 9h da quarta-feira (22).

De acordo com o Inmet, as chuvas terão entre 20 e 30 milímetros por hora ou até até 50 milímetros por dia. Além disso, os ventos serão intensos, atingindo de 40 a 60 km/h.

O instituto aponta que há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos ou descargas elétricas.

Algumas instruções são dadas pelo Imnet. Em caso de rajadas de vento, o ideal é não se abrigar debaixo de árvores, pois há há leve risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além disso, é recomendados evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

O grau de severidade dado é “perigo potencial”, o segundo numa escala de quatro (em que o quarto é de “grande perigo). O alerta é direcionado, além do RN, a municípios dos estados da Paraíba, Pernambuco, Piauí e Bahia.

Em janeiro, a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn) chegou a registrar chuvas de mais de 150 mm e também de mais de 130 mm no último fim de semana no estado.

Fonte: G1 RN

22 de janeiro de 2020 - 10:07h