RN registra preço máximo do etanol na última semana, diz ANP

Foto: Adriano Abreu

O Rio Grande do Norte foi um dos dois estados que registrou preço máximo do etanol até sábado (1º) da última semana. É o que apontam dados levantados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O valor registrado, segundo a ANP, foi de R$ 5,49 e também foi encontrado em postos do Rio Grande do Sul. A nível nacional, o preço médio do etanol recuou 1,75% na última semana em relação à anterior, de R$ 3,43 para R$ 3,37 o litro.

A nível nacional, os preços subiram no Paraná, Goiás e Espírito Santo e ficaram estáveis apenas no estado de Roraima. Já em outros 21 estados e no Distrito Federal, os preços médios do etanol hidratado registraram queda. Não houve levantamento no Amapá.

O preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 2,67 o litro, em Mato Grosso, e o menor preço médio estadual, de R$ 2,81, também foi registrado em Mato Grosso. O maior preço médio estadual, de R$ 5,35, foi observado no Amapá.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País caiu 29,79%. O Estado com maior queda no período foi Mato Grosso com 41,58% de desvalorização. Além disso, o etanol continua com pouca competitividade em relação à gasolina na maior parte dos Estados do País. O Estado em que o biocombustível é mais competitivo é Mato Grosso (58,66%), seguido de Goiás (67,55%), de São Paulo (68,30%) e Paraíba (69,26%).

Tribuna do Norte

4 de outubro de 2022 - 11:52h

Tragédia em estádio de futebol da Indonésia tem 33 crianças entre os mortos

Reprodução/Twitter

Pelo menos 33 crianças estão entre os mortos da tragédia que deixou 125 vítimas fatais após uma partida de futebol no estádio Kanjuhuran, em Malang, na Indonésia, no sábado. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pelo Ministério do Empoderamento das Mulheres e da Proteção da Infância.

Ao jornal americano The New York Times, o órgão afirmou que 33 crianças entre 4 e 17 anos morreram no episódio.

O lamentável episódio aconteceu ao fim da partida entre Arema FC e Persebaya Surabaya, válida pelo Campeonato Indonésio. Segundo as autoridades locais, o tumulto aconteceu após as forças de segurança usarem gás lacrimogêneo para conter os ânimos, provocando um grande tumulto, com dezenas de pessoas correndo para o gramado. As vítimas teriam sido pisoteadas na correria. Outras 323 pessoas ficaram feridas.

O presidente indonésio, Joko Widodo, ordenou uma indenização às famílias das vítimas. “Como sinal de condolências, o presidente doará 50 milhões de rúpias (cerca de R$ 16,8 mil) para cada vítima falecida”, disse o ministro da Segurança, Mahfud MD, que prometeu a entrega do dinheiro em um ou dois dias.

As forças de segurança chamaram o incidente de “motim” e informaram que dois agentes estão entre os mortos. O duelo aconteceu na casa do Arema FC, derrotado por 3 a 2. Os torcedores acusam a polícia de exagerar na ação e provocar as mortes. O porta-voz da Polícia Nacional, Dedi Prasetyo, afirmou que os investigadores estão analisando as imagens das câmeras de segurança para identificar os “suspeitos que praticaram atos de destruição”. Dezoito policiais também vão ser interrogados.

Ainda de acordo com o ministro da Segurança, uma comissão formada por integrantes do governo, analistas, dirigentes do futebol, representantes da imprensa e das universidades vai investigar o episódio de maneira independente, prometendo resultados em até três semanas. Grupos de defesa dos direitos humanos exigem que os policiais sejam responsabilizados pelo uso de gás lacrimogêneo em um espaço fechado.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, classificou o incidente como “dia sombrio” e “tragédia além da compreensão”, além de prestar condolências aos familiares e amigos das vítimas em um comunicado oficial da entidade máxima do futebol. “Junto com a Fifa e a comunidade global do futebol, todos os nossos pensamentos e orações estão com as vítimas, aqueles que foram feridos, juntamente com o povo da República da Indonésia, a Confederação Asiática de Futebol, a Associação de Futebol da Indonésia e a Liga de Futebol da Indonésia, neste momento difícil.”

Estadão Conteúdo

4 de outubro de 2022 - 11:50h

Itália pede extradição de Robinho, condenado em última instância por estupro

Foto: Divulgação

O governo italiano pediu a extradição do atacante Robinho e de seu amigo Ricardo Falco, condenados em última instância a nove anos de prisão pelo crime de estupro contra uma jovem de 22 anos, ocorrido em 2013, em uma boate de Milão. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela agência de notícias Ansa.

O Ministério Público de Milão, responsável por acionar o Ministério da Justiça da Itália, já teria sido informado sobre o envio da solicitação da extradição de Robinho às autoridades brasileiras. Em janeiro deste ano, o atacante teve seu recurso rejeitado pela Corte de Cassação de Roma, deixando tanto ele quanto Falco sem a possibilidade de recursos.

A Constituição do Brasil proíbe a extradição de brasileiros, mas a Justiça italiana pode pedir o cumprimento da pena em uma prisão brasileira. Porém, esta possibilidade é dificultada pelo Código Penal do País, uma vez que a sentença estrangeira só é aplicada no Brasil em duas situações: a primeira é pela reparação de danos e a segunda, pela homologação para efeitos de tratados.

Aos 38 anos, Robinho não entra em campo por uma partida oficial desde 2020, quando defendia o Istambul Basaksehir, da Turquia. O jogador chegou a ser anunciado pelo Santos em outubro daquele ano, mas a contratação foi cancelada após pressão da torcida e de patrocinadores por causa do processo por estupro.

Desde o início do caso na Justiça, o atleta adotou um perfil mais recluso, sem se manifestar sobre o assunto. Recentemente, ele foi fotografado ao lado do meia Diego Ribas com quem fez histórica dupla no Santos, em uma praia da cidade. No sábado, ele foi às redes sociais manifestar apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Estadão

4 de outubro de 2022 - 11:46h

Detran deve aplicar 3 mil exames práticos de direção no interior do RN em outubro

Foto: Divulgação/Detran-RN

A partir desta terça-feira (04), o Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) inicia o cronograma de exame prático monitorado de direção veicular voltado aos municípios do interior do Estado. Serão 19 dias de aplicações de exames beneficiando 29 cidades e cerca de 3 mil candidatos a primeira habilitação ou a mudança de categoria da CNH.

Os municípios que receberão as equipes de examinadores do Detran são: Caicó (04/10); Santa Cruz e Tangará (05/10); Jaçanã (06/10); Umarizal e Patu (07/10); Assú e Angicos (10/10); Apodi e Caraúbas (11/10); Pau dos Ferros (13/10); São Miguel e Alexandria (14/10); Macau e Guamaré (17/10); Alto dos Rodrigues e João Câmara (18/10); Nova Cruz e Passa e Fica (19/10); Goianinha e São José do Mipibu (20/10); Extremoz (21/10); Parelhas e Acari (24/10); Jardim do Seridó e Jucurutu (25/10); Currais Novos (26/10); Lagoa Nova (27/10); e São Paulo do Potengi (28/10).

Além dos exames itinerantes no interior, o Detran realiza diariamente exames de direção veicular em unidade fixas do órgão em Natal e Mossoró. Para fazer o teste o cidadão precisa fazer o agendamento no portal de serviços do Detran. O atendimento é exclusivo para quem realizar o agendamento prévio pelo site, devendo se apresentar no órgão com o comprovante de agendamento para ter o acesso às dependências do Detran.

Os examinadores analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos na prova de legislação e nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.

Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três.

De acordo com o setor de Estatística do Detran, nos primeiros oito meses deste ano foram aplicados no Rio Grande do Norte 59.498 exames práticos monitorados, alcançando uma média mensal de 7.437 testes.

4 de outubro de 2022 - 11:44h

Renovação da Assembleia Legislativa do RN é de apenas 37,5%

Foto: Assessoria da ALRN

Mesmo com a eleição de nove “caras” novas, a renovação das cadeiras na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte foi de apenas 37,5%. Ou seja, dos atuais 24 deputados estaduais, 15 foram reeleitos para o mandato de 2023/2026.

O PSDB continua sendo o maior partido do parlamento estadual, com nove deputados, a novidade é Kerginaldo Jácome, ex-prefeito de Antonio Martins, na região Oeste.

Dos deputados tucanos que tentaram a reeleição, não lograram êxitos os deputados Albert Dickson, Getúlio Rego, Raimundo Fernandes e Ubaldo Fernandes.

Entre os novos deputados eleitos nesse domingo, estão a vereadora de Natal, Divaneide Basílio, do Partido dos Trabalhadores, que aumenta para três o número de cadeiras na Casa, com a reeleição dos deputados Francisco do PT e Isolda Dantas.

O Partido Verde reelegeu três dos seus deputados – George Soares, Eudiane Macedo e Hermano Morais. Não se reelegeu o deputado Vivaldo Costa.O Partido Liberal (PL) elegeu a segunda maior bancada da Assembleia, quatro deputados, o único reeleito é o deputado Coronel Azevedo. Os outros três exercerão mandato pela primeira vez a partir de fevereiro de 2023 – Wendell Largatixa, que recentemente foi indiciado por homicídios na Zona Norte de Natal;Terezinha Maia, viúva do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio e ainda Neilton Diógenes, vice-prefeito de Apodi.

Outra novidade foi a eleição do ex-prefeito de Maxaranguape, Luiz Eduardo Bento da Silva pelo partido Solidariedade, que reelegeu a deputada Cristiana Dantas, mulher do ex-candidato a governador Fábio Dantas.

Já o MDB elegeu outro novato, o delegado de Policia Civil Adjuto Dias Neto, que é filho do prefeito de Natal, Álvaro Dias e que como o avô, Adjuto Dias, já exerceu mandato na Assembleia Legislativa.
Partido presidido no Estado pelo ex-governador José Agripino, o União Brasil também traz duas novidades para a Assembleia – Ivanilson Oliveira e Rosano Taveira Júnior, prefeito de Parnamirim.

Também não se reelegeram os deputados Kelps Lima (SD) e Jacó Jácome (PSD), que tentaram mandatos de deputado federal, mas não se elegeram, da mesma forma Michael Diniz (SD), que ocupa vaga do licenciado Kelps Lima. O deputado Souza Neto (PSB) não se candidatou à reeleição.

Tribuna do Norte

4 de outubro de 2022 - 11:42h

IBGE prorrogará a coleta em campo do Censo Demográfico até início de dezembro

Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) decidiu prorrogar, até o início de dezembro, o prazo de coleta de informações para o Censo 2022. A previsão inicial era encerrar os trabalhos até 31 de outubro deste ano.

O instituto manteve, no entanto, a previsão de divulgar os dados do censo até o fim de dezembro.

Segundo o diretor de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo, apenas cerca de metade da população estimada do Brasil foi recenseada de 1º de agosto até agora, por isso decidiu-se prorrogar o prazo dos trabalhos.

“A grande dificuldade que se encontrou foi de recrutamento de recenseadores, portanto o IBGE está tomando decisões importantes para aumentar a possibilidade de recrutamento e concluir, com isso, a operação do Censo Demográfico 2022”, disse Azeredo, em vídeo divulgado ontem (4) no site do IBGE.

No vídeo, o diretor de Pesquisas também pediu ajuda aos prefeitos do país para garantir o sucesso das operações do censo.

Agência Brasil

4 de outubro de 2022 - 11:40h

IFRN abre inscrições para 3,2 mil vagas em cursos técnicos integrados ao ensino médio

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) abriu nesta segunda-feira (3) inscrições para o exame de seleção para cursos técnicos de nível médio integrados ao ensino médio.

Ao todo, são 3.212 vagas para ingressono primeiro semestre de 2023. As oportunidades são para cursos nos 20 campi do IFRN pelo estado.

As inscrições vão até o dia 7 de novembro e devem ser feitas de forma on-line, na “Área do Candidato” no site da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

O edital está disponível para consulta, incluindo o número de vagas por cursos. As oportunidades são distribuídas através da lista geral e listas específicas de concorrência (cotas).

A inscrição custa R$ 30 e o período para pedir isenção da taxa começa nesta segunda e vai até o dia 16 de outubro. Os estudantes que participaram do Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC) 2022 deverão, obrigatoriamente, se inscrever neste processo seletivo e estão isentos do pagamento da taxa.

Seleção e provas
As provas de seleção vão acontecer no dia 4 de dezembro. A seleção será realizada através da aplicação de três provas: Língua Portuguesa (20 questões de múltipla escolha); Matemática (também com 20 questões de múltipla escolha) e Produção Textual escrita.

O cartão de inscrição estará disponível a partir do dia 25 de novembro e indicará o local da realização das provas.

O resultado final será divulgado no dia 16 de fevereiro de 2023.

Procedimento de heteroidentificação
A autodeclaração dos candidatos como negros ou indígenas, realizada no ato da inscrição do processo seletivo, será confirmada através de um procedimento de heteroidentificação, realizado por uma comissão responsável pela validação das informações apresentadas. A operação ocorre de acordo com resolução específica, aprovada pelo Conselho Superior do Instituto (Consup/IFRN).

Segundo o Edital, a aferição de cor-etnia negra (preta ou parda) não se refere à apresentação de documentos, como Certidão de Nascimento, ou à ascendência do candidato, ou seja, quem são seus pais, avós ou bisavós. A confirmação ocorrerá, porém, e tão somente, conforme as características físicas do próprio candidato.

Mais detalhes do procdimento estão no site do IFRN e no edital do exame.

g1

4 de outubro de 2022 - 11:31h

Lula e Bolsonaro vão para o segundo turno, e disputa ao Planalto será definida no dia 30

Foto: Bruno Kelly/Reuters e Bruna Prado/AP

Os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) vão disputar o segundo turno das eleições presidenciais.

A confirmação de que haverá segundo turno foi anunciada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 21h25, quando 96,93% das urnas já tinham sido apuradas. Àquela altura, Lula tinha 47,85% dos votos válidos, e Bolsonaro 43,7% .

No momento em que o segundo turno foi confirmado pelo sistema de totalização de votos, a candidata Simone Tebet (MDB) tinha 4,22% dos votos válidos, e o candidato Ciro Gomes (PDT), 3,06%.

Com o resultado, daqui a quatro semanas, no dia 30, eleitores de todo o país vão definir entre a volta do PT – que governou o país por 14 anos, somando os governos Lula e Dilma Rousseff – e a continuidade do governo Bolsonaro iniciado em 2018.

O candidato eleito em segundo turno toma posse no cargo no próximo dia 1º de janeiro, em cerimônia no Congresso Nacional. Desta vez, o mandato presidencial terá quatro dias a mais: uma reforma eleitoral aprovada em 2021 definiu que, em 2027, a posse presidencial será em 5 de janeiro.

g1

2 de outubro de 2022 - 22:12h

Rogério Marinho (PL) é eleito senador pelo Rio Grande do Norte

Foto: Francielly Medeiros/Inter TV Cabugi

O Rio Grande do Norte elegeu Rogério Marinho (PL) para o Senado Federal. Foi a primeira vez que ele concorreu ao cargo. Com 95,61% das urnas apuradas, ele obteve 672.707 votos, ou 41,73% dos votos válidos, superando Carlos Eduardo (PDT), com 541.870 votos (33,61%), e Rafael Motta (PSB), com 364.887 votos (22,64%).

Neste ano o eleitor escolheu um candidato ao Senado. O mandato de Rogério terá início em 2023 e se estende até 2030.

g1

2 de outubro de 2022 - 21:16h

Fátima Bezerra (PT) é reeleita governadora do Rio Grande do Norte

Foto: Elisa Elsie

Fátima Bezerra (PT), 67 anos, foi reeleita governadora do Rio Grande do Norte em primeiro turno, neste domingo (2). Com 92,74% das urnas apuradas, ela recebeu 984.063 votos, ou 58,29% dos válidos, à frente de Fábio Dantas (Solidariedade), com 375.512 votos (22,24%), e Capitão Styvenson (Podemos), com 285.093 votos (16,89%).

Em 2018, Fátima havia sido a única mulher eleita governadora no país e teve a maior votação para o cargo na história do Rio Grande do Norte.

g1

2 de outubro de 2022 - 21:12h