Mulher de 25 anos morre eletrocutada quando lavava a cozinha de casa

Foto: Redes Sociais

O Instituto de Criminalística da Polícia Cientifica de Alagoas divulgou, no começo da tarde desta segunda-feira (15), o laudo com as causas da morte de Adriely Lima, de 25 anos, que morreu eletrocutada após receber uma descarga elétrica quando lavava a cozinha de sua residência neste último final de semana, em Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano.

O laudo esclareceu que a vítima morreu em decorrência do contato com o fogão da residência, que estava com uma parte do cabo da tomada desencapado. Ainda segundo o IML, o cabo da tomada teria entrado em contato com a parte metálica do eletrodoméstico, causando a descarga elétrica em Adriely. A vítima se encontrava com os pés úmidos por estar lavando a cozinha no momento do acidente, o que teria potencializando a descarga elétrica.

O caso

Uma jovem de 25 anos, identificada como Adrielly Lima da Silva, morreu na noite desse sábado, 13, após receber uma descarga elétrica quando lavava a cozinha de sua casa, no Residencial Juliana, em Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas. De acordo com informações apuradas pelo TNH1, o choque teria sido provocado por um fogão elétrico.

No momento do acidente Adrielly estava sozinha. Ao chegar em casa vindo do trabalho, o marido a encontrou caída no chão. Ele chegou a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a jovem já se encontrava em óbito. Por meio de nota, o Samu confirmou a informação.

TH1

15 de agosto de 2022 - 19:43h