VÍDEO: Suspeito de estupro trabalhava no próprio shopping e polícia acredita que existam outros casos não denunciados

A Polícia Civil acredita que o suspeito de estuprar uma criança de 10 anos no banheiro do Midway Mall cometeu outros crimes semelhantes, inclusive, no próprio shopping. A informação foi revelada em entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira (1º).

O suspeito, identificado como Luiz Augusto Cavalcante Vale, 42 anos, foi preso na noite de sexta-feira (29). Os outros crimes semelhantes é pelo fato dele ter um histórico de trabalhos no próprio shopping: Luiz Augusto trabalhou como operador de caixa em diversas lojas do estabelecimento comercial.

“Ninguém vai praticar um crime só de cinco em cinco anos”, citou a delegada de Polícia Civil Paoulla Maués, uma das presentes a coletiva de imprensa. A declaração é consequência do fato de Luiz Augusto já ser suspeito de ter praticado outros crimes semelhantes. A primeira vez foi em 2012, a segunda em 2015.

PRISÃO

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), por meio da Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente de Natal (DPCA), com apoio da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) da zona sul, prende o suspeito na sexta-feira. A ação criminosa aconteceu em um sábado, dia 09 deste mês, por volta das 18h30, consistindo no ato do suspeito obrigar um menino de 10 anos a praticar atos sexuais com ele no interior de um banheiro do shopping.

Em menos de 24 horas após a divulgação das imagens do suspeito pela imprensa, a Polícia Civil identificou e representou pela prisão preventiva de Luiz Augusto, que foi deferida pelo juízo plantonista.

96 FM

1 de agosto de 2022 - 14:57h