Mulher denuncia segundo caso que envolve anestesista preso

Foto: Reprodução

O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, de 32 anos, foi preso na madrugada de ontem acusado de estuprar uma gestante que estava em trabalho de parto no Hospital da Mulher, no bairro de Vilar dos Teles, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ontem, uma segunda mulher se apresentou na Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti para testemunhar contra o médico.

Familiares de uma mulher de 23 anos afirmaram aos policiais que ela também foi vítima de estupro durante uma cesárea realizada no mesmo hospital, no dia 6 de julho. Sua mãe afirma que a filha saiu totalmente dopada do procedimento e que acordou apenas no dia seguinte à noite.

A prisão do médico foi feita por policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de São João de Meriti, na região metropolitana do Rio de Janeiro, após denúncia realizada pelos profissionais da unidade de saúde. O preso foi autuado em flagrante e encaminhado ao presídio de Benfica, na zona norte do Rio.

Agência Estado

12 de julho de 2022 - 7:41h