Ocupação de leitos críticos no RN permanece na casa dos 60%

A taxa de ocupação para leitos críticos específicos para o tratamento da Covid-19 segue na casa dos 60%. Até o início da manhã desta segunda-feira (21), 61,67% dos leitos críticos estavam ocupados (140 pacientes internados) com 33,92% (77 leitos) disponíveis para novas regulações.

Os dados são retirados da plataforma Regula RN, sistema da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) que monitora em tempo real a situação de entradas e saídas de pacientes das unidades hospitalares potiguares.

O Estado segue executando a ativação de 89 novos leitos críticos, como anunciado pela governadora na primeira quinzena de dezembro. Nesta semana, foram nove leitos em operação a mais do que no último dia 14 e pouco menos de 40 a mais do que no início do mês. Em relação aos leitos clínicos, o RN conta atualmente com 256 em operação. 132 estão ocupados (51,56%), 101 disponíveis (39,45%) e 23 bloqueados (8,98%). São três pacientes na fila de espera por um leito clínico no RN. Já aguardando um leito crítico, são quatro pacientes na fila.

Oeste ainda permanece com a maior taxa percentual de ocupação de leitos, com 78,3%. O percentual está pouco baixo dos 80% observados pela Sesap como um dos fatores necessários para a abertura da economia, iniciada em julho deste ano. Na região metropolitana, a ocupação é de 57%, percentual em redução no comparativo com a última semana. No Seridó, leve aumento para uma ocupação dos leitos em 60%. Um prestador de serviço está com 100% de ocupação dos leitos. É o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, com seus nove leitos de UTI ocupados.

21 de dezembro de 2020 - 9:17h