RN tem 34% de ocupação em leitos de UTI para Covid

A taxa de ocupação de leitos críticos para pacientes acometidos pela Covid-19 no Rio Grande do Norte segue está abaixo dos 40%. Precisamente, o indicativo de ocupação dos leitos de UTI Covid está em 34,47% nesta segunda-feira (9), marcando o início da última semana da campanha política para eleições municipais, onde diversas aglomerações foram registradas em todas as regiões do estado. A informação consta na plataforma Regula RN, sistema da Secretaria Estadual de Saúde que monitora a situação de entradas e saídas de pacientes das unidades hospitalares potiguares.

Ao todo, 71 pacientes estavam internados em leitos críticos até o fechamento desta reportagem. Um total de 125 leitos estavam disponíveis (60,68%) e 10 bloqueados (4,87%), que são aqueles que, naquele momento, não podem ser utilizados por qualquer razão (manutenção, higienização para disponibilização, proximidade com outro paciente que esteja em isolamento, falta de pessoal, etc). Além disso, dois pacientes estavam na fila de espera esperando a regulação até um leito crítico. Vale lembrar que, até essa segunda-feira, o RN dispõe de 206 leitos críticos, segundo dados da plataforma.

Já em relação relação aos leitos clínicos, que são aqueles para casos de menor gravidade mas que ainda carecem de atendimento, são 285 em todo o RN. Destes, 82 estavam alocados, o que significa 28,77% de taxa de ocupação. Além deles, são 153 disponíveis (53,68%) e 50 estão bloqueados (17,54%). Tal como os leitos críticos, dois pacientes também aguardam regulação para internação em leitos clínicos no RN. De acordo com os dados, na divisão por região, o Oeste está com maior ocupação, com 44,1%. Mesmo assim, é um percentual bem inferior ao registrado nas últimas semanas, quando chegou a atingir 71% de ocupação no final de outubro e convivia com taxas na casa dos 50% e 60%. A região Metropolitana de Natal permanece estável com 38,94% e o Seridó segue abaixo dos 10%, com 8,33% de ocupação.

9 de novembro de 2020 - 8:53h