Homem confessa que matou ex-namorada por ciúmes em assalto forjado

Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, confessou à Polícia Civil de São Paulo que matou a ex-namorada Renata Ranyelle Almeida, de 23 anos, em São Miguel, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Em um vídeo feito após a prisão dele em Guarulhos, no estado de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (11), ele afirma que o motivo do crime foi ciúme. O caso aconteceu no sábado 23 de novembro.

“Ela saiu na sexta-feira, ficou com um rapaz, e no outro dia foi que um menino me passou uma foto falando aqueles negócios lá. Ai fui lá e anunciei (o assalto)”, declarou. Segundo a Polícia Civil, o homem se passou por assaltante e atirou na mulher enquanto ela recolhia o dinheiro do caixa da loja onde trabalhava. Ao policial, ele também confessou que atirou.

O principal suspeito pelo crime ainda confirmou que visitou a ex-namorada no hospital e que, nesse momento, já estava arrependido do crime. Veja o vídeo acima.

O homem foi preso na manhã desta quarta-feira (11), em Guarulhos, no estado de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte, os investigadores potiguares repassaram informações sobre o suspeito, que acabou detido pelo grupo Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), da Polícia Civil de São Paulo.

Ele estava escondido na casa de amigos que têm um comércio no município. A informação inicial é de que ele foi encontrado em um galpão. A Polícia Civil ainda afirmou que o homem deixou São Miguel de carro, viajando pelo interior do país. Segundo o delegado Inácio Rodrigues, ele usou um veículo alugado por outra pessoa.

Fonte: G1 RN

12 de dezembro de 2019 - 9:25h