Natal inicia vacinação de pessoas com 53 anos sem comorbidades nesta segunda-feira (14)

Natal começa nesta segunda-feira (14) a vacinação contra a Covid de pessoas com 53 anos ou mais sem comorbidades. Terá início também a imunização de motoristas de vans, alternativos, escolares e intermunicipais de médio porte com cadastro na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) e de trabalhadores do transporte ferroviário.

53 anos ou mais sem comorbidades

Esse público pode procurar qualquer um dos pontos da vacinação da Prefeitura do Natal para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, levando comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação.

Trabalhadores do transporte ferroviário

Os trabalhadores do transporte ferroviário podem se vacinar no Palácio dos Esportes. A categoria deve apresentar crachá no ato da vacinação, comprovante de residência de Natal, documento com foto e carteira vacinal.

Motoristas de vans, alternativos, escolares e intermunicipais de médio porte

Nesta segunda, a capital também inicia a vacinação dos motoristas de vans, alternativos, escolares e intermunicipais de médio porte com cadastro na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Esse público pode ir qualquer um dos pontos de imunização da capital e apresentar a carteira de operador do veículo e levar cópia desse documento, além de comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacinação.

13 de junho de 2021 - 19:52h

Estudos confirmam a influência positiva de certos alimentos em doenças da mente, como depressão

Depois de um dia difícil, vem a deliciosa compensação com um bom prato de macarrão, o hambúrguer suculento ou o sorvete mergulhado em calda. Quem nunca fez isso? Tentar minimizar sentimentos e experiências ruins com comida recheada de gordura e açúcar é uma necessidade identificada desde sempre. Já na pré-história, os alimentos mais calóricos, que proporcionassem estoque de energia por mais tempo, eram escolhidos por homens e mulheres para se defender das agruras cotidianas.

Em fascinante processo de evolução, o cérebro então se condicionou a preferir pratos mais gordurosos ou açucarados diante de adversidades. A novidade: estudos recentes revelam que o tipo de comida que induz ao bem-estar, no avesso da tristeza, pode ser de outra família, bem menos apetitosa. Surtiram efeito positivo, em cuidadosas pesquisas, os frutos do mar, vegetais, feijão e leite fermentado (veja no quadro). Funcionam porque são ricos em nutrientes, naturalmente mais balanceados.

A descoberta resulta de uma área emergente da medicina batizada de “psiquiatria nutricional”. Ela estuda fartamente o impacto dos alimentos em doenças tão complexas como as da mente. Uma das maiores pesquisas já feitas, conduzida com 12 000 homens e mulheres ao longo de dois anos e publicada no American Journal of Public Health, mostrou que as pessoas afeitas a aumentar as porções de frutas e vegetais consumidos relataram ser mais felizes e satisfeitas com a vida, em relação às que não interferiram na dieta original. A explicação está na presença abundante de compostos específicos nesses alimentos, como vitaminas e minerais. Eles agem, basicamente, protegendo as células do efeito da oxidação. Entre as doenças mais influenciadas estão a depressão, a ansiedade e o stress crônico. Eles também têm mostrado capacidade de reduzir os danos causados pelo encolhimento cerebral, um mecanismo natural do passar da idade que pode levar a perda de memória e Alzheimer.

Uma das descobertas mais fascinantes está no papel protetor dos lactobacilos, bactérias saudáveis contidas em leites fermentados e alguns iogurtes. Esses microrganismos ajudam a equilibrar a flora intestinal, onde ocorre uma farta produção de serotonina, a molécula que nos leva ao estado de bem-estar. Um estudo feito no Centro de Saúde Mental, em Xangai, na China, mostrou a ligação de doenças psiquiátricas com o desequilíbrio do trato digestivo — que pode ser regulado com lactobacilos. Em 21 trabalhos analisados, os pesquisadores verificaram que o composto impactou positivamente em sintomas de ansiedade. Os efeitos foram vistos depois de doze semanas de consumo.

“Muito em breve será comum o paciente sair do consultório com uma dieta específica para a mente, assim como hoje já se faz com regimes para a saúde do coração, ossos e o emagrecimento”, diz Antônio Carlos do Nascimento, doutor em endocrinologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e membro da Sociedade Americana de Endocrinologia. Houve um tempo em que a busca por se afastar dos prazeres da mesa, atrelada a dietas, impunha comer com os olhos. Agora, a ideia é comer com o cérebro.

Fonte: Veja

1 de junho de 2021 - 12:49h

RN contabiliza 33 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 11 dentro do dia; novos casos são 1.259

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (01). Foram mais 1.259 casos confirmados, totalizando 269.685. Até segunda-feira (31 de maio) eram 268.426 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.149 no total, sendo 11 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(02), Tenente Ananias(02), São José do Mipibu(01), São Gonçalo do Amarante(01), Mossoró(01), Martins(01), Caicó(01), Apodi(01) e Vila Flor(01).

A Sesap ainda registrou outros 22 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.299. Na segunda-feira (31 de maio) o número total de mortes era 6.116.

Casos suspeitos somam 90.391 e descartados 521.205.

Fonte: Blog do BG

1 de junho de 2021 - 12:46h

Receita Federal registra mais de 358 mil declarações do Imposto de Renda no RN em 2021

A Receita Federal recebeu 358.692 declarações de Imposto de Renda de potiguares até às 23h59 desta segunda-feira (31) – fim do prazo para envio das declarações em 2021.

O número superou a expectativa divulgada pela Receita, que era de 334 mil declarações no estado. A diferença é de cerca de 7%.

Os dados do Rio Grande do Norte também representaram 1,05% do total das declarações apresentadas no país, que foram 34,1 milhões.

Muitos potiguares deixaram para a última hora. Até às 9h a segunda-feira (31), 11.776 contribuintes ainda não haviam declarado o imposto de renda.

A multa mínima para quem não entregou dentro do prazo é de R$ 165,74, mas pode atingir até 20% do imposto devido.

A penalidade é aplicada tanto para quem tem imposto a pagar quanto para quem tem restituição a receber. Para quem tem imposto a pagar, a multa é de 1% ao mês (ou fração de atraso) sobre o valor do imposto a pagar, limitada a 20% do imposto devido. Já para quem não tem imposto a pagar, o valor da multa corresponde ao mínimo exigido, que é de R$ 165,74.

Além disso, o CPF pode ficar irregular, o que pode impedir a liberação de empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público até a regularização da situação.

Fonte: G1 RN

1 de junho de 2021 - 12:45h

RN vai receber mais 109.540 doses de vacina contra Covid-19, diz governadora

O Rio Grande do Norte vai receber 109.540 doses de vacinas contra a Covid-19. O anúncio foi feito feito pela governadora Fátima Bezerra (PT) em suas redes sociais.

Segundo ela, serão 95.500 doses de AstraZeneca e 14.040 doses da vacina da Pfizer. Ainda não há data definida para a chegada dos imunizantes.

De acordo com o RN + Vacina, sistema que monitora a vacinação no Rio Grande do Norte, o estado já recebeu 1.527.520 doses de imunizantes. Foram aplicadas 1.068.203 doses, sendo 703.994 pessoas que receberam somente a primeira dose e 364.209 que já tomaram as duas doses.

Fonte: G1 RN

1 de junho de 2021 - 12:43h

Ministérios Públicos apontam pré-colapso no sistema de saúde e cobram medidas mais rígidas contra Covid-19 no RN

Representantes dos Ministérios Públicos Federal, Estadual e do Trabalho afirmaram que o Rio Grande do Norte vive um pré-colapso do sistema público de saúde e defenderam que o quadro da pandemia da Covid-19 exige medidas sanitárias mais rigorosas em todas as regiões potiguares.

Os órgãos realizaram uma reunião com a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), prefeitos de cidades de todas as regiões do estado e autoridades de saúde, nesta segunda-feira (31).

O procurador da República Victor Mariz afirmou que o momento é crítico. “Em razão dos dados epidemiológicos, temos a necessidade de adotar medidas de controle mais rígidas. Persistimos em situação de risco elevado em razão da pandemia. Acompanhamos de perto o abastecimento de kit intubação e oxigênio, e estamos em alerta pelo risco de falta de medicamentos fundamentais. Temos uma situação de pré-colapso, com panorama anunciado de colapso”, relatou.

“Fica do MP o alerta e o apelo de que só com a união de esforços e protagonismo dos gestores é que poderemos qualificar o enfrentamento para reduzir a propagação do vírus”, defendeu.

De acordo com a promotora de Justiça Iara Pinheiro, o acompanhamento semanal do comportamento da pandemia no estado identificou que o RN vem piorando nos indicadores epidemiológicos e assistenciais nas últimas três semanas.

“Nossa fala de alerta é baseada na última recomendação do comitê científico do estado, mas também em outras análises de projeção da pandemia para o país, como o Observatório Covid da Fiocruz. A capacidade de expansão de leitos públicos praticamente esgotou-se. Pedimos mais restrições em todo o território estadual, porque os dados apontam que todo o estado está em situação grave em relação ao número de casos ativos e demanda alta por leitos de UTI Covid”, explicou.

A procuradora-chefe do MPF no RN, Cibele Benevides, ressaltou a necessidade de se estabelecer consenso e compromisso entre os gestores.

“O consenso poderia ser no sentido de maior fiscalização e no reconhecimento de setores que estão cumprindo bem os protocolos, como restaurantes e escolas particulares. O momento é de não avançar com novas aberturas e rever flexibilizações inadequadas, como a permissão de eventos coletivos em Natal”, disse.

Segundo o MP, o prefeito da capital, Álvaro Dias, se comprometeu a reunir o comitê científico municipal para analisar quais novas medidas poderão ser adotadas. Em Parnamirim, o prefeito Rosano Taveira já definiu que o próximo decreto não permitirá aglomerações de até 100 pessoas, como o atual. O MP irá monitorar a realização da reunião em Natal e a adequação das restrições.

A procuradora regional do Trabalho Ileana Neiva também destacou a importância da vigilância epidemiológica: “Cada município deve observar os causadores dos surtos de covid-19. Além de avaliar novas restrições de circulação, é preciso ampliar a testagem da população, para isolar as pessoas, rastrear os contatos e conter surtos”.

A Procuradora Regional do Trabalho ainda esclareceu que já são considerados “surtos virais” a contaminação de pequeno número de pessoas que frequentam ambiente em comum, sendo que estes surtos, caso não sejam contidos por medidas de vigilância epidemiológica, podem avançar de forma exponencial, contaminando a sociedade que habita ou trabalho no entorno do novo foco viral.

Os gestores municipais relataram as dificuldades financeiras enfrentadas durante a pandemia, com encolhimento da arrecadação e grande aumento nos gastos de saúde pública. Eles também elogiaram a sistemática atual de adoção de decretos regionalizados, que deve ser mantida e expandida de forma coordenada em todo o território potiguar.

Atualmente as regiões do Alto Oeste, Seridó, Vale do Açú e Central estão com medidas mais restritivas.

O MP afirma que irá monitorar a adequação das medidas sanitárias ao cenário pandêmico atual em todo o estado.

Números da pandemia
Mais de 700 pessoas estão internadas com covid no RN, mais da metade em leitos críticos (UTIs e semi UTIs). Na manhã desta terça-feira (1º), 98% dos leitos críticos estavam ocupados, sendo 100% no Seridó, 100% na região Oeste e 97,3% na Região Metropolitana. 75 pessoas em estado de saúde considerado crítico estão na fila de espera por leitos de UTI.

Em toda a pandemia, já morreram 840 pessoas na fila, sendo 102 neste mês de maio (número que ainda pode aumentar). Maio apresentou um dos maiores números de casos registrados de toda a pandemia no RN, 25.229 mil ao todo. Foram 506 mortes ao longo do mês, média de 16,32 por dia.

1 de junho de 2021 - 12:41h

Papa revisa lei da igreja e amplia regras contra abuso sexual

O papa Francisco divulgou nesta terça-feira 1º a revisão mais abrangente da lei da Igreja Católica em quatro décadas, endurecendo regulamentos para clérigos que abusam de menores de idade e adultos vulneráveis, cometem fraudes ou ordenam mulheres.

A revisão, que está sendo preparada desde 2009, envolve toda a Seção 6 do Código de Direito Canônico da Igreja, composto por sete livros de cerca de 1.740 artigos. Trata-se da revisão mais abrangente desde que o código atual foi aprovado pelo papa João Paulo II em 1983.

Francisco lembrou aos bispos que eles têm a responsabilidade de seguir a letra da lei e que uma das metas das revisões é “reduzir o número de casos nos quais a imposição de uma penalidade é deixada a critério das autoridades”.

A nova seção, que envolve cerca de 80 artigos a respeito de crime e castigo, incorpora algumas mudanças feitas por pelos papas na lei da Igreja desde 1983 e apresenta novas categorias.

O monsenhor Filippo Iannone, chefe do departamento do Vaticano que supervisionou o projeto, disse que existiu “um clima de desleixo excessivo na interpretação da lei penal”, graças ao qual às vezes a misericórdia foi posta à frente da Justiça.

O abuso sexual de menores de idade foi colocado sob nova seção intitulada “Delitos Contra a Vida, a Dignidade e a Liberdade Humanas”, ao invés da anterior, mais vaga, “Crimes Contra Obrigações Especiais”.

A seção foi ampliada para incluir novos crimes, como “cultivar” menores de idade ou adultos vulneráveis para abusos sexuais e a posse de pornografia infantil.

Fonte: Agora RN

1 de junho de 2021 - 12:34h

Participação de Juliette no BBB21 impulsiona venda de artesanato local na Paraíba

A participante paraibana Juliette Freire, não é um fenômeno apenas nas redes sociais. Ela também vem impulsionando o setor de artesanato nas cidades onde nasceu e cresceu: Campina Grande e João Pessoa, respectivamente. Cactos, chapéus de couro, chita e outros elementos da cultura nordestina tomaram conta do país desde que a paraibana entrou no no Big Brother Brasil e vem influenciando diretamente a economia local.

A participante faz questão de enaltecer suas raízes, especialmente a Paraíba, estado onde nasceu e viveu a vida toda. Ela ainda não sabe, mas, segundo comerciantes locais, a participação dela no reality show tem aumentado a busca por objetos com a identidade nordestina, e o tradicional chapéu de couro já mudou de nome:

A saída aumentou, inclusive a gente já vendia o chapéu de cangaceiro, mas hoje em dia é conhecido como o chapéu de Juliette”, afirmou o empresário Marcílio Júnior.O empresário Roosevelt Fernandes, de Campina Grande, criou até um modelo de tiara inspirado no adereço tão querido pela finalista do “BBB21”. Segundo ele, a criação adaptada foi um pedido da própria clientela feminina, já que o chapéu acabava assanhando o cabelo.

A imagem da sister também é muito usada nos produtos. São bonecas, fotos impressas em camisas, canecas e azulejos. E além dos adereços inspirados em Juliette, itens com a temática do forró, declarações de amor pelo cuscuz e a literatura do cordel estampam as vitrines das lojas de artesanato.

Guaraciara Paiva, empresária e síndica do Mercado de Artesanato de João Pessoa, localizado em Tambaú, comemora: “A Paraíba hoje se mostra para o Brasil. A gente tem uma riqueza cultural enorme. Temos Ariano, vários cantores e, agora, Juliette”.

7 de maio de 2021 - 10:43h

Polícia Federal prende suspeito de receber R$ 800 em notas falsas pelos Correios no interior do RN

A polícia Federal prendeu um homem de 19 anos de idade suspeito de receber R$ 800 em notas falsas pelos Correios no município de Serra do Mel, no interior do Rio Grande do Norte. O jovem foi detido pelos policiais quando deixava a agência da cidade com o envelope na mão. De acordo com a Polícia Federal, o envelope tinha notas de R$ 100, R$ 50 e R$ 20, todas com indícios de falsificação. O “dinheiro” foi apreendido.

Ao ser abordado pelos policiais federais, o suspeito não reagiu e confessou ter adquirido o material na através de um desconhecido em um anúncio numa rede social. O suspeito foi conduzido para a sede da Delegacia da Polícia Federal em Mossoró, na Região Oeste, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

7 de maio de 2021 - 10:34h

Trabalhadores nascidos em junho podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em junho podem sacar, a partir de hoje (7), a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 18 de abril.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro podia ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

7 de maio de 2021 - 10:32h