Lançada a programação da festa de Sant’Ana para a imprensa de Currais Novos

“A Fé na Eucaristia e a devoção a Sant’Ana nos fazem fortes na tribulação”. Este será o tema da edição deste ano do evento em Currais Novos.

O pároco da Matriz , padre Cláudio Dantas, em contato com nosso blog, traz mais detalhes, confira:

O lançamento aconteceu na manhã desta terça (02) no auditório da CDL Currais Novos e contou com representantes da imprensa local.

3 de julho de 2020 - 10:40h

Documento digital de veículos está disponível em todo o Brasil

A versão digital do documento do veículo está disponível em todo o Brasil a partir desta quarta-feira (1º), informou o Ministério da Infraestrutura. Com a adesão do Pará, todos estados e o Distrito Federal passam a emitir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), como é chamado o documento, apenas em formato digital.

O processo de implementação do documento digital para carros, motos e outros veículos começou no fim de 2018, e existem 4.083.150 CRLVs digitais no Brasil até agora. De acordo com o ministério, a emissão do documento passa a ser inteiramente online e não é necessário ir ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) local para obter o documento digital.

3 de julho de 2020 - 9:39h

Governo afirma que não há data para volta do futebol no RN

A liberação dos treinos físicos de futebol no Rio Grande do Norte viveu um dia de guerra de versões. Em entrevista à Tribuna do Norte, confirmada depois por outros cronistas esportivos potiguares, o infectologista Antônio Araújo, presidente da Comissão Médica da Federação afirmou que o governo do estado havia aprovado o protocolo proposto pela entidade e autorizado os treinos físicos, desde que cumpridas as exigências. No entanto, o governo nega que a liberação tenha sido autorizada.

O Governo do Estado afirmou, por meio da Assessoria de Comunicação, que ainda não há uma data de liberação de treinos e de realização de campeonatos de futebol no Rio Grande do Norte. Segundo a assessoria, o que há, até o momento é um parecer técnico do Comitê Científico do Estado, que analisou e avalizou o protocolo de intenções contido no Plano de Trabalho para Retorno e Conclusão do Campeonato Potiguar, proposto pela Federação Norte-riograndense de Futebol.

3 de julho de 2020 - 9:30h

Mais de 9 mil servidores públicos no RN receberam auxílio emergencial indevidamente

Um cruzamento de dados feito pela Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE) apontou que 9.867 servidores públicos estaduais e municipais podem ter recebido o auxílio emergencial de forma indevida. O montante total pago aos servidores foi de quase R$ 6,6 milhões por parcela.

O levantamento consta em um relatório produzido em conjunto pelos dois órgãos datado de 16 de junho e envolve servidores ativos, aposentados e pensionistas. Como critério de cruzamento de dados, foi utilizado o número do CPF. A CGU e o TCE cruzaram os dados de pagamentos do auxílio emergencial com as folhas de pagamento municipais e estadual.

Os resultados desse cruzamento de informações já foram encaminhados ao Ministério da Cidadania para avaliação quanto à eventual suspensão/bloqueio em relação ao pagamento de novas parcelas, bem como para o ressarcimento de parcelas já pagas.

17 de junho de 2020 - 9:15h

Eleições municipais 2020 tem nova data definida

Depois de várias propostas e decisões, na tarde desta terça- feira (16) em reunião no Superior Tribunal Eleitoral com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, que hoje é também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do vice presidente Edson Faquim e demais autoridades, ficou resolvido que as eleições terão um adiamento. O primeiro Turno será realizado dia 15 de Novembro, e o segundo Turno dia 29 do mesmo mês.

Segundo o Ministro, haverá tempo para as campanhas e para o período de transição para aqueles que forem os eletios, prefeitos e os vereadores.

“Em face da pandemia seria muito arriscado manter a data de 04 de outubro”

17 de junho de 2020 - 9:04h

Sistema Integrado de Serra de Santana retoma abastecimento de cidades

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já retomou o abastecimento das cidades de Florânia, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz, atendidas pelo Sistema Produtor Integrado de Serra de Santana, parado desde o dia 8. A retomada do abastecimento das outras cidades atendidas – Lagoa Nova e Bodó – está prevista para esta quarta-feira (17).

Serra de Santana teve que ser parada a fim de que a Caern pudesse retirar um vazamento detectado em um trecho aéreo da adutora. O serviço, em local de difícil acesso, demandou também o prazo para que fosse feita a substituição dos blocos de concreto que faziam a ancoragem da adutora, danificados pela erosão. O trabalho de concretagem foi concluído na quinta-feira (12), mas o bombeamento da água só pôde ser retomado nessa segunda-feira (15), tempo necessário para a cura do concreto.

A parada também possibilitou a realização de outras melhorias no Sistema de Serra de Santana, como a substituição de válvulas na ETA, retiradas de pequenos vazamentos com recomposição do piso e pintura dos filtros e barriletes.

Após o início do bombeamento de água, o abastecimento deverá ser normalizado para todos os municípios e comunidades rurais afetados num prazo máximo de até 72 horas.

17 de junho de 2020 - 8:39h

Municípios gastaram menos de 10% para combater a Covid-19

As 167 prefeituras municipais do Rio Grande do Norte informaram R$ 184 milhões em receitas para ações de combate à crise da Covid-19 até o último dia 15 de junho. No entanto, deste montante, apenas R$ 12 milhões resultaram em despesas diretas relacionadas com a doença. Ou seja, desde março, data que marca os primeiros registros de infecção pelo novo coronavírus entre os potiguares, apenas 6,5% dos recursos foram utilizados pelos municípios para o combate da pandemia.

Os dados foram compilados pelo sistema Confúcio, do Ministério Público do Rio Grande do Norte, que verifica os Portais de Transparência dos Municípios acompanhando a execução orçamentária especialmente dos gastos com ações de serviço de saúde e de combate ao novo coronavírus.

A análise foi feita uma semana após os municípios potiguares receberem a primeira parcela – de um total de quatro – do socorro financeiro do Governo Federal para estados e municípios. As prefeituras norte-rio-grandenses vão receber, ao todo, R$ 350 milhões. Já o Governo do Estado vai receber R$ 597 milhões.

De acordo com os dados analisados pela reportagem do Agora RN, a Prefeitura do Natal apresentou o maior volume de receitas destinadas para os serviços de saúde e demais atividades relacionadas com a crise da Covid-19. Até aquele momento, a cidade tinha registrado R$ 119 milhões em receitas, mas só havia gasto 1,8% deste valor, o que representa pouco mais de R$ 2,2 milhões.

Na última semana, Natal recebeu a primeira parcela do socorro financeiro, o que representou um valor total de R$ 22 milhões. Por obrigação, a verba terá de ser usada para apoiar a capital nas ações relacionadas com a pandemia.

De acordo com o Portal da Transparência de Natal, os gastos diretos com a Covid-19 foram feitos pelas secretarias municipais de Saúde, Educação e Assistência Social. A área de saúde foi responsável pela maior parte das despesas. Ao todo, foram pagos R$ 1,02 milhão para empresas de insumos hospitalares e de prestação de serviços terceirizados.

De acordo com o levantamento, o município que mais gastou em comparação com as receitas foi Francisco Dantas, localizado na região do Alto Oeste potiguar. A cidade registra R$ 66 mil em receitas para a Covid-19, mas já efetuou R$ 169,8 mil em despesas para combater a doença. Os recursos para a compra de insumos e para a manutenção das unidades de saúde do município.

A análise aponta ainda os gastos feitos por habitante. A prefeitura de Bodó, na Seridó, lidera o quesito, com despesa de R$ 86,12 por habitante. Natal, segundo a análise, tem gasto total de R$ 2,5 por habitante. O menor gasto verificado foi o do município de São Francisco do Oeste, no Alto Oeste, com R$ 0,41.

Fonte: Agora RN

17 de junho de 2020 - 8:18h

Isolamento social rígido deve ser prorrogado até 24 de junho no RN

O secretário adjunto de saúde, Petrônio Spinelli, comentou que a vigência do isolamento domiciliar, do distanciamento social e das regras para funcionamento das atividades essenciais serão mantidas até 24 de junho. A prorrogação de oito dias será determinada via decreto.

A medida visa evitar aglomerações e, por efeito, o aumento da disseminação da Covid-19 através das ações adotadas pelo Governo do Rio Grande do Norte, como o programa Pacto pela Vida, que realiza fiscalização nas ruas e estabelecimentos comerciais.

Spinelli detalha, ainda, que as medidas executadas em conjunto com a maioria dos municípios potiguares, apresenta resultados positivos que se traduzem nos números da Covid-19. Segundo o secretário, o quadro começa a registrar uma leve redução na pressão por leitos de UTI no interior, especialmente nos municípios onde as prefeituras entraram em colaboração com a administração estadual para ampliar a assistência à doença.

Já o secretário de Tributação do Estado, Carlos Eduardo Xavier, esclareceu que a prorrogação das medidas também adia a implantação do Plano de Retomada das Atividades Econômicas. O plano está pronto e foi amplamente discutido com o setor produtivo. Mas para que seja iniciado duas condições precisam ser atendidas por recomendação do Comitê Científico, que assessora o Governo do RN, e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A primeira é a redução abaixo de 1 da taxa de transmissibilidade. Ou seja, as autoridades de saúde precisam comprovar que cada pessoa infectada transmite o vírus para menos de uma pessoa. Hoje esta taxa no RN é de 1,5, segundo estudos do Comitê Científico.

A segunda condição é que a taxa de ocupação de leitos estabilize em até 70%. Nesta terça-feira (16) está, em média, acima de 90%. “Sem estas condições atendidas não poderemos iniciar o plano de retomada das atividades normais”, afirmou Carlos Eduardo.

Fonte: Agora RN

17 de junho de 2020 - 8:17h

MEC divulga novas datas do Sisu, Prouni e Fies

resultado do Sisu, educação. MEC

O Ministério da Educação (MEC) alterou as datas das inscrições aos principais programas de acesso às universidades para atender a uma solicitação das instituições de ensino superior públicas e privadas, segundo informou o secretário de Ensino Superior do MEC, Wagner Vilas Boas Souza.

O edital que muda o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre, de 16 a 19 de junho para 7 a 10 de julho, deve ser publicado na quarta-feira (17). O Programa Universidade Para Todos (Prouni), que teria as inscrições abertas de 23 a 26 de junho, passou para o dia 14 de julho. E o Financiamento Estudantil (Fies) que teria inscrições efetuadas de 30 de junho a 3 de julho passou para 21 a 24 de julho.

Conforme o secretário, a mudança ocorre devido à suspensão de algumas atividades acadêmicas e administrativas nas universidades ocorridas em consequência da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Atendendo às solicitações da Associação Nacional de Dirigentes de Institutos Federais de Ensino Superior (Andifes), primeiro o MEC postergou o prazo para as instituições aderirem ao Sisu, que passou para 25 a 29 de maio para o dia 12 de junho.

Fonte: Agência Brasil

17 de junho de 2020 - 8:14h