RN deve ter queda de 25% em contratações temporárias no comércio no final de ano

O comércio varejista do Rio Grande do Norte deve contratar 3 mil funcionários temporários entre os meses de outubro e dezembro. Este número é 25% menor do que foi a contratação para o final do ano em 2019, quando as lojas abriram cerca de 4 mil vagas temporárias. Essa é a projeção da Federação do Comércio, Bens e Serviços do RN (Fecomércio), com base em dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). Há também a expectativa de uma queda de 15% na efetivação, posteriormente, desses funcionários temporários.

Segundo a Fercomércio, essa queda nas contratações temporárias tem duas principais explicações. Uma delas é o investimento que as lojas fizeram no e-commerce nos últimos meses. Estratégia que demanda menos mão de obra nas lojas, sobretudo de vendedores, que representam sempre 40% das contratações temporárias no comércio varejista, no Natal. Outra explicação é o momento ainda de retomada da economia do estado, por causa da pandemia do novo coronavírus.

A nível nacional é esperada uma queda de 20% nas contratações temporárias. Segundo a CNC, são esperadas 70,7 mil contratações temporárias no comércio varejista em todo o país. Em 2019, o número foi de 80 mil vagas temporárias criadas para o final de ano.

“O volume de contratações temporárias será menor em todo o país e no estado não seria diferente. A queda aqui no Rio Grande do Norte será maior do que a média nacional, porque, como o turismo deve ter uma forte retração na próxima alta estação, isso vai impactar nas vendas do comércio e, consequentemente, na nossa capacidade de realizar contratações”, afirmou Marcelo Queiroz, presidente da Fecomércio.

27 de outubro de 2020 - 8:42h

Justiça eleitoral rejeita mais de 10 mil candidaturas no Brasil

A Justiça Eleitoral analisou o pedido de registro de milhares de candidaturas até esta segunda-feira (26). Os candidatos ao posto de vereador, prefeito e vice-prefeito, o órgão indeferiu mais de 10 mil postulantes. Além desse número, juntos dos falecimentos e as renúncias, o total fica acima dos 16,5 mil. Grande parte dos candidatos não atendeu pelo menos um requisito legal para o cargo.

Os inaptos representam aproximadamente 2,9% do total. O prazo final para o término dos julgamentos termina nesta segunda. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a principal causa das cassações ou rejeições é a “ausência de requisito de registro”, com 75,9%. Vale lembrar que uma única candidatura pode ser indeferida por mais de um motivo.

Ainda segundo os dados do tribunal, a segunda maior causa para a recusa das candidaturas é a Lei da Ficha Limpa, com 11,2%. A legislação deixa claro que políticos condenados por abuso de poder político e econômico ficam sem poder concorrer aos cargos, ou seja, inelegíveis por oito anos.

27 de outubro de 2020 - 8:41h

Estado assina contrato com FGV para concurso da Polícia Civil do RN

Após mais de dez anos sem renovação dos quadros da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, a governadora Fátima Bezerra anunciou a realização de concurso público para o órgão. Nesta sexta-feira, 23, a gestora estadual assinou o contrato com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que será a responsável pelo processo seletivo, ao lado do vice-governador Antenor Roberto, da Delegada-geral Ana Cláudia Saraiva, e da representante da Comissão Especial do Concurso, a delegada de polícia Paoulla Maués.

Serão oferecidas 301 vagas no total, sendo 47 para delegados, 24 vagas para escrivães e 230 para agentes. A expectativa é de que aproximadamente 50 mil pessoas se inscrevam no edital. Para dar celeridade ao processo, a governadora determinou que a responsabilidade pela condução do trâmite fosse da própria Polícia Civil. O Curso de Formação, conforme previsto pela Lei nº 270/2004, ficará a cargo da Polícia Civil.

Segundo a Comissão Especial do Concurso, em princípio, haverá reserva de vagas para deficientes em todos os cargos, em razão da exigência da lei. A previsão é que o curso de formação ocorra em 2021 e a convocação no ano de 2022.

26 de outubro de 2020 - 7:59h

Senac disponibiliza cursos gratuitos de biossegurança para profissionais da área de eventos no RN

O Senac RN abre nesta segunda-feira (26) mais uma etapa de inscrições para cursos gratuitos de biossegurança, com o objetivo de capacitar os trabalhadores para cumprir protocolos de segurança no retorno das atividades no contexto pós-pandemia Covid-19. Desta vez serão ofertadas 50 vagas para profissionais que atuam no setor de eventos. As aulas são on-line.

As inscrições são feitas pela internet site rn.senac.br. Para participar, é preciso ter renda familiar mensal per capita de até dois salários mínimos federais, comprovados por meio de autodeclaração, e apresentação de documentos pessoais, como RG, CPF, comprovante de residência e escolaridade. O candidato também deve dispor de computador com acesso à internet para ter acesso às aulas.

A iniciativa integra o chamado Plano de Retomada do Turismo do Rio Grande do Norte, documento elaborado pelo governo do estado em parceria com entidades ligadas ao trade turístico e o Sistema Fecomércio RN.

Ao todo, já foram ofertadas 1.350 vagas em cursos gratuitos de boas práticas de prevenção e combate à Covid-19 em meios de hospedagem; alimentos e bebidas; serviços receptivos e eventos. A participação nestes cursos permitirá que as empresas se habilitem a receber o Selo Turismo Mais Protegido, lançado pelo governo do estado com o objetivo de atestar os padrões de qualidade implementados nesses empreendimentos.

26 de outubro de 2020 - 7:58h

RN tem 65 mil pessoas afastadas do trabalho por causa da pandemia, diz IBGE

O número de pessoas afastadas do trabalho para ficarem em distanciamento social diminuiu no Rio Grande do Norte. Ao todo, 65 mil trabalhadores permaneceram fora do cargos no mês de setembro no estado.

O dado está na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Covid-19, divulgada nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número tem caído desde maio, quando começou a pesquisa. Em agosto, esse número era de 84 mil. Em julho, eram 140 mil trabalhadores. Em maio, na maior marca, 272 mil pessoas estavam nessa condição.

Segundo o IBGE, esses trabalhadores são apenas os que estão afastados oficialmente dos cargos do trabalho, seja com remuneração ou não. Os funcionários em home office não integram esse grupo.

Apesar da diminuição, esse número de trabalhadores afastados em função da pandemia representa 5,5% das pessoas ocupadas no RN. Essa é a segunda maior proporção entre os estados do Nordeste e uma das cinco maiores do Brasil.

Na região Nordeste, são 773 mil trabalhadores afastados – 4,2% da população ocupada. No Brasil, 3,6% da população ocupada estavam nessa condição em setembro, ou seja, 3 milhões de pessoas.

O Rio Grande do Norte também registrou no mês de setembro 238 mil pessoas desocupadas – termo dado àquelas que buscam emprego, mas não encontram. A taxa de desocupação é de 16,8%, número estável em comparação ao mês de agosto. A taxa é considerada “alta” pelo IBGE.

Também permaneceram estáveis no mês de setembro no RN a informalidade, a média de rendimento proveniente de auxílios emergenciais governamentais e o percentual dos domicílios que receberam auxílios emergenciais governamentais.

Segundo o IBGE, 10,7% da população do RN fez teste para Covid-19, o que representa 377 mil pessoas. O estado está ao lado da Paraíba e da Bahia com a terceira maior testagem do Nordeste. Apenas Piauí (17%) e Sergipe (12%) testaram mais, proporcionalmente, a própria população.

26 de outubro de 2020 - 7:57h

RN registra 79.501 casos confirmados de Covid-19 e 2.558 mortes pela doença

Ao todo, o RN tem 79.501 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia. As mortes pela doença somam 2.558. Os óbitos sob investigação subiram para 353.

Segundo a Sesap, os casos suspeitos subiram para 29.888 e os casos descartados são 186.803. O número de confirmados recuperados se manteve em 43.148 e o de inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, aumentaram para 73.860.

De acordo com a secretaria, 170 pessoas estão internadas por causa da Covid-19 no estado, sendo 131 na rede pública e 39 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 38,23% na rede pública e de 9,8% na rede privada.

O número de testes feitos para coronavírus não foram atualizados e seguem em 253.621, sendo 148.018 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 105.603 sorológicos.

São 79.501 casos confirmados, 2.558 mortes, 43.148 confirmados recuperados, 29.888 casos suspeitos, 186.803 casos descartados.

26 de outubro de 2020 - 7:57h

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19

Balanço divulgado neste domingo (25) pelo Ministério da Saúde (MS) mostra que o país registrou 13.493 novos casos de covid-19, nas últimas 24 horas. No total, o país acumula 5.394.128 casos, desde o início da pandemia. Além disso, foram registradas 231 novas mortes, totalizando 157.134 óbitos. O número de casos em investigação soma 2.390.

O último balanço do governo indica ainda que 4.835.915 pessoas (89,7%) são consideradas curadas da doença. Outras 401.079 pessoas estão em acompanhamento, segundo os dados oficiais.

Os números de novos casos e óbitos costumam ser mais baixos nos finais de semana, em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias estaduais de saúde aos sábados e domingos. O balanço do Ministério da Saúde é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de saúde e enviados à pasta para consolidação.

São Paulo lidera o ranking de maior número de casos acumulando 1.091.980 pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos são Minas Gerais (348.804) e Bahia (344.705). Já o Acre tem o menor número de casos (30.304), seguido de Amapá (51.127) e Roraima (55.862).

São Paulo também lidera o número de mortes, com 38.747. Rio de Janeiro (20.203) e Ceará (9.248) aparecem na sequência. Os estados com menos mortes são Acre (687), Roraima (691) e Amapá (741).

26 de outubro de 2020 - 7:55h

Wesley Safadão anuncia que fará show em Natal no dia 21 de novembro

Wesley Safadão fará show em Natal no próximo dia 21 de novembro. O cantor confirmou a apresentação durante a live do Garota Vip, realizada no sábado (24), em Recife.

De acordo com o próprio Safadão, a festa WS Limited será realizada na Arena das Dunas, para 3 mil pessoas. A venda de ingressos começa no dia 2 ou 3 de novembro.

Durante a live, o cantor também fez um apelo para que as autoridades deem mais atenção para o setor de entretenimento, um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus.

“Deixo mais uma vez o meu apelo aos governadores e aos prefeitos de todas as cidades. Olhem um pouco para o entretenimento. Não pode fazer show, mas pode fazer comício. Não pode fazer show, mas praia está lotada. Olhem para o entretenimento! Pelo amor de Deus. A gente precisa voltar a trabalhar. A gente precisa sentir essa energia novamente”, disse.

Na última quinta-feira (21), a prefeitura de Natal autorizou a reabertura e funcionamento de teatros, cinemas, museus, casas de shows e casas de espetáculos. A liberação é para ambientes com “público exclusivamente sentado” e reforça que sejam “atendidas as regras de distanciamento mínimo e prevenção estabelecidas no protocolo geral de enfrentamento à Covid-19”. Por G1 RN

26 de outubro de 2020 - 7:41h

Campanha Nacional de Multivacinação tem como meta vacinar 11 milhões de crianças até 30 de outubro

Ministério da Saúde realiza Dia D da segunda fase da Campanha de Vacinação contra o Sarampo será neste sábado (30).

A campanha Nacional de Multivacinação segue até o dia 30 de outubro para atualizar as vacinas.

A meta é imunizar 11 milhões de crianças de um ano a menor de cinco anos de idade contra a poliomielite, além de atualizar a caderneta dos menores de 15 anos em todo o país, até o fim da campanha.

O Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, oferece, atualmente, 18 vacinas para crianças e adolescentes, incluindo a cobertura de diversas doenças como sarampo, febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B.

26 de outubro de 2020 - 7:37h

Aplicação de testes para Covid-19 no RN aumenta oito vezes em outubro

O Rio Grande do Norte aumentou em oito vezes a capacidade de testagem para a Covid-19 no Rio Grande do Norte. Foram 72.269 testes — entre sorológicos e PCR — até esta quarta-feira 21, contra os 8.583 exames aplicados no mesmo período de setembro. Ao todo, já foram feitos 253.621 exames para detecção entre os potiguares desde o início da pandemia.

Em outubro, o Rio Grande do Norte contabilizou 58.749 testes do modelo PCR (padrão ouro), que busca detectar o RNA do vírus através da amplificação do ácido nucleico pela reação em cadeia da polimerase. O exame é feito no início da doença, especialmente na primeira semana, quando o indivíduo possui grande quantidade do vírus Sars-CoV-2.

Em todo o Rio Grande do Norte, os exames são aplicados pelo governo estadual, municípios, além de instituições privadas. Além disso, outros 13.520 testes são do tipo sorológico, que são feitos a partir da segunda semana, quando a quantidade de vírus diminui progressivamente e o indivíduo produz anticorpos contra o vírus, principalmente das classes IgG e IgM.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), houve o registro de 45 novos casos da doença até esta quinta-feira 22 no Rio Grande do Norte. Até o momento, foram confirmados 79.371 casos, contra os 79.326 da quarta-feira.

23 de outubro de 2020 - 8:26h