RN registra aumento de 68,9% nos casos de zika, dengue e chikungunya

O número de casos prováveis de dengue, zika e chikungunya registrados no Rio Grande do Norte aumentou 68,9% em todo o ano de 2019. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), os registros passaram de 32.980 em 2018 para 55.704 ao longo de todo o ano passado.

Os dados da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) foram divulgados nesta quinta-feira (23). O boletim encerrado em 28 de dezembro de 2019 aponta para a notificação de 39.056 casos suspeitos de dengue, com 10.792 confirmações, o que representa uma incidência de 1.122,62 casos por 100 mil habitantes.

Em todo o Rio Grande do Norte, o período do ano com maior incidência de dengue aconteceu entre 19 de maio a 31 de agosto, quando foram notificados 20.554 casos suspeitos de dengue.

Quanto a chikungunya, foram notificados no Estado 15.402 casos suspeitos, sendo confirmados 6.310.

Com relação ao zika vírus, foram registrados 1.246 casos prováveis. Foram confirmados 81 casos e descartados 397.

A subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, destaca a prevenção dessas doenças. “É necessário que todos tomem as medidas de prevenção à proliferação do mosquito Aedes aegypti: receber o agente de combate às endemias em suas residências, eliminar água de vasos de flores, tampar tonéis e tanques, não deixar água acumulada, manter caixas de água e fechadas e colocar o lixo em sacos plásticos, entre outras”, encerra.

Fonte: Agora RN

24 de janeiro de 2020 - 8:57h

Trabalhadores têm até 31 de março para fazer saque imediato do FGTS

Quem ainda não fez o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tem até 31 de março para resgatar o dinheiro.

O saque começou a ser liberado em setembro de 2019 de acordo com o mês de aniversário do trabalhador. Agora, o valor já está disponível para todos que têm direito e ainda não fizeram a retirada.

O saque imediato prevê a retirada de R$ 998 para quem tem até este valor de saldo em contas ativas ou inativas vinculadas ao FGTS. Para aqueles que têm saldo acima desse valor, o limite de saque é de R$ 500.

Fonte: Agora RN

24 de janeiro de 2020 - 8:56h

Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel para distribuidoras

A Petrobras confirmou hoje (23) que vai reduzir em 1,5% o preço da gasolina e em 4,1% o preço do litro do diesel para as distribuidoras a partir desta sexta-feira (24). O último reajuste promovido pela empresa havia sido uma redução de 3% nos valores dos dois combustíveis no dia 14 deste mês.

Os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que os dos importadores, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos, entre os quais a volatilidade do câmbio e dos preços.

A gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos ofertados nos postos de combustíveis. São os combustíveis tipo “A”, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel e também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo “A” misturados a biocombustíveis.

O preço de venda às distribuidoras não é o único determinante do preço final ao consumidor. Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final, que incorpora tributos e repasses dos demais agentes do setor de comercialização: distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveis, entre outros.

Fonte: Agência Brasil

24 de janeiro de 2020 - 8:53h

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso nº 2.227 da Mega-Sena desta quinta-feira (23). Foram sorteados os números 06, 09, 12, 27, 32, 57. Segundo estimativa da Caixa, o concurso de sábado (18) deverá pagar R$ 40 milhões.

A quina teve 92 apostas vencedoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 27.202,90. A quadra saiu para 5.732 apostadores, que receberão prêmio de R$ 623,73. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.

Fonte: Agência Brasil

24 de janeiro de 2020 - 8:52h

Coronavírus já matou 26 pessoas; OMS mantém alerta permanente

Vinte e seis mortos e 830 pessoas infectadas com o coronavírus são os números mais recentes sobre o coronavírus, divulgados pelo governo chinês.

A agência de notícias France Press cita a Comissão Nacional de Saúde da China e diz que mais de mil casos considerados suspeitos estão sendo investigados.

O Japão anunciou, na madrugada de hoje, o registro de mais uma pessoa infectada pelo vírus. Uma segunda pessoa infectada também foi confirmada na última madrugada na Coreia do Sul.

Há poucas horas, o Cirque du Soleil anunciou o cancelamento de todos os espetáculos na cidade de Hangzhou, na China.

Mesmo diante desse cenário, a Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a considerar prematuro declarar situação de emergência internacional, mas reconheceu a urgência na China, acrescentando que acompanha atentamente a situação.

A OMS admite voltar a reunir uma comissão de peritos para analisar a questão. Três cidades chinesas estão de quarentena. Até agora não há conhecimento de qualquer caso na Europa.

Muitos aeroportos em todo o mundo já estão adotando medidas de controle dos passageiros procedentes da China.

Fonte: Agência Brasil

24 de janeiro de 2020 - 8:51h

China autoriza importação de melão brasileiro após visita ao RN, diz Ministério da Agricultura

A Administração Geral de Aduana da China (GACC) – órgão responsável pela sanidade vegetal e animal -publicou comunicado nesta quinta-feira (22) que autoriza a importação de melão do Brasil, segundo informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em novembro, o Brasil fechou acordo com a China para viabilizar a exportação de melão. O acordo é simbólico por se tratar do primeiro entendimento sobre frutas com o país asiático. Na ocasião, a Associação Brasileiras de Frutas (Abrafrutas) afirmou que o Rio Grande do Norte seria o estado mais beneficiado pela medida e estimou que o novo mercado possibilitaria a criação de 10 mil empregos localmente.

Segundo o Mapa, a China ainda irá publicar a lista de fazendas e estruturas de embalo para exportação certificadas para a venda ao mercado do país. Técnicos chineses inspecionaram fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará, entre os dias 12 e 17 deste mês. O estado potiguar já é o maior exportador do país.

O objetivo da visita foi verificar as plantações nas áreas livres da mosca-da-fruta nos estados. Os técnicos foram acompanhados de representantes do Mapa e do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn).

A China é o maior mercado consumidor de melões no mundo – consome cerca de metade da produção mundial, o equivalente a 17 milhões de toneladas em 2017. A expectativa é de que, se o Brasil conquistar 1% do mercado chinês, o atual volume de exportações da fruta vai dobrar.

Em 2018, o Brasil exportou cerca de 200 mil toneladas de melão para diversos países, como Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai, Rússia e União Europeia. A safra brasileira coincide com a entressafra na China.

Fonte: G1 RN

24 de janeiro de 2020 - 8:49h

PMs sofrem tentativa de assalto, trocam tiros com bandidos e capotam carro durante perseguição no RN

Policiais militares capotaram um carro após trocar tiros com criminosos que tentaram os assaltar na manhã desta quinta-feira (23) em João Câmara, na região Agreste potiguar. De acordo com a Polícia Civil, os bandidos conseguiram fugir.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, a quadrilha havia tentado roubar uma moto em Poço Branco, que fica a 65 km de Natal, e conseguiu tomar um carro em Taipu, também no interior do Rio Grande do Norte.

Em seguida, conforme o relato policial, os suspeitos dos crimes tentaram abordar dois policiais militares que viajavam de Natal para João Câmara.

De acordo com a corporação, durante a abordagem dos criminosos houve troca de tiros e os policiais começaram uma perseguição em alta velocidade. Na ação, os militares acabaram capotando o veículo e os bandidos bateram o carro em que estavam, que era roubado.

Após o acidente, os militares ficaram feridos, mas sem gravidade. Os bandidos abandonaram o veículo e conseguiram fugir.

Fonte: G1 RN

24 de janeiro de 2020 - 8:47h

Mais dois casos de sarampo são registrados no RN, diz Secretaria de Saúde

A Secretaria de Saúde Pública do RN (Sesap) confirmou nesta quinta-feira (23) que mais dois casos de sarampo foram confirmados no estado. Com isso, o total de casos no Rio Grande do Norte subiu para oito.

A atualização dos dados consta no boletim epidemiológico da Sesap divulgado nesta quinta-feira (23). Ele é referente à última semana de 2019.

As últimas pessoas infectadas haviam sido diagnosticadas com a doença em novembro do ano passado. O primeiro caso no estado após 19 anos foi registrado em julho de 2019 – um homem de 54 anos que havia tido viagem recente à São Paulo.

Além dos casos confirmados, outros 29 estão em investigação e 57 foram descartados. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a maior concentração dos casos em investigação é na Região Metropolitana de Natal.

Entre os oito casos confirmados, três foram em Natal e duas em Tibau do Sul (uma delas um bebê de 1 ano e seis meses), as duas cidades que mais reúnem infectados pela doença.

O sarampo é uma doença infecciosa grave causada por um vírus. A transmissão ocorre pela tosse, fala, espirro ou respiro próximo. Se o paciente apresentar febre e manchas no corpo acompanhado de tosse, coriza ou conjuntivite, deve procurar auxílio médico. De acordo com a Sesap, essa recomendação serve principalmente para quem esteve nos 30 dias anteriores em locais com circulação do vírus. Qualquer caso suspeito deve ser informado imediatamente às Secretarias Municipais de Saúde.

Fonte: G1 RN

24 de janeiro de 2020 - 8:45h

Polícias Civil e Militar recebem 56 veículos para reforçar ações

As polícias Militar e Civil do Rio Grande do Norte receberam nesta terça-feira, 21, 56 novos veículos para integrar suas ações na capital potiguar e no interior.

Com recursos provenientes de convênio entre os governos Estadual e Federal, os veículos representam um investimento de R$ 3,6 milhões – são 50 Renault Duster destinados à Polícia Civil e seis Volkswagen Gol para a atuação da Polícia Militar no Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD).

Para a governadora Fátima Bezerra, a segurança pública é tratada como prioridade e vem recebendo novos investimentos. “Colhemos bons resultados já no primeiro ano. Tivemos redução de 26,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CLVIS), que resultou em 517 vidas salvas em relação aos casos registrados em 2018″, destacou. Ela também citou as reduções de 21% no roubo de veículos, de 70% nos assaltos a bancos e 30% nos feminicídios. “Tudo isso é trabalho feito com abnegação e dedicação por uma equipe muito preparada e competente”, registrou Fátima.

Fonte: Agora RN

22 de janeiro de 2020 - 10:10h

Dois corpos são encontrados sob torre de transmissão de energia no Oeste potiguar

Dois corpos foram encontrados próximos a uma torre de transmissão de energia elétrica, na madrugada desta quarta-feira (22), no município de Ipanguaçu, região Oeste potiguar. Há a possibilidade dos homens terem morrido eletrocutados.

De acordo com a Polícia Militar da cidade, os cadáveres foram localizados às margens da RN-016, junto à torre. Mais informações não foram divulgadas, devido ao Instituto Técnico-Científico de Perícia, até às 7h, ainda não ter chegado ao local.

Pelo horário do ocorrido, não é descartada a hipótese de que o acidente pode ter sido responsável pelo apagão que aconteceu na madrugada desta quarta em várias cidades do Rio Grande do Norte.

Fonte: Agora RN

22 de janeiro de 2020 - 10:09h